18.7 C
Vila Viçosa
Quinta-feira, Junho 20, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Politécnico de Portalegre estabelece cooperação para o desenvolvimento da economia no Quénia

O presidente do Politécnico de Portalegre integrou a comitiva portuguesa que esteve no Quénia, no início de fevereiro, liderada pelo IPAV – Instituto Padre António Vieira, para estabelecer cooperação e as bases de trabalho, no âmbito do projeto GoBlue, que visa contribuir para o desenvolvimento da economia azul no território costeiro deste país africano.

O Politécnico de Portalegre e a ESTM – Politécnico de Leiria, que também integrou a missão, vão participar na criação do Plano Estratégico e de Ação para o Turismo e Património Cultural dos seis condados da costa do Quénia (Kwale, Mombaça, Taita Taveta, Kilifi, Tana River e Lamu).

Na componente de Turismo e Património Cultural, o projeto GoBlue é financiado pela União Europeia e gerido e cofinanciado pelo Camões, I.P., sendo um dos parceiros o IPAV.

Foram também lançadas as bases para a criação da “Academic Alliance Portugal – Quénia”, no âmbito da liderança colaborativa, do turismo e da economia, numa parceria entre as duas referidas instituições de ensino superior portuguesas e três universidades quenianas.

No decorrer desta missão internacional, entre 1 e 6 de fevereiro, o presidente do Politécnico de Portalegre, Prof. Luís Loures, visitou três universidades, para divulgação da oferta formativa da instituição a que preside: Universidade Técnica de Mombaça, Universidade de Pwani (Kilifi) e Universidade de Taita Taveta (Voi). Com esta última, assinou um protocolo para o desenvolvimento de cooperação bilateral, que abarca as áreas do empreendedorismo, investigação, ensino e mobilidade.

A agenda da visita ao Quénia contemplou ainda um encontro com a embaixadora de Portugal no país e reuniões, no Ministério da Educação e no Ministério do Turismo.

Populares