30.4 C
Vila Viçosa
Sábado, Julho 20, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Portalegre:“Debater as alterações climáticas com a Sociedade Civil é essencial;este combate é de todos” diz Pres. Do IPPortalegre(c/som)

Realiza-se hoje e amanhã, em Portalegre, o Fórum Internacional Academia Net Zero”, organizado pela Virtual Educa e o Politécnico de Portalegre.

A Virtual Educa é uma organização que promove a inovação na Educação, cuja atividade tem lugar, principalmente, no espaço ibero-americano.

A Academia Net Zero será um espaço para explorar a forma como as instituições de ensino superior (IES) podem trabalhar em conjunto com os governos e o setor privado, para alcançar o objetivo “net zero” para as emissões de gases com efeito de estufa.

O evento reúne especialistas em sustentabilidade de diversos setores e países, nomeadamente de Espanha e de vários países da América Latina.

A Rádio campanário esteve presente na abertura do evento e falou com Luís Loures, Presidente do Politécnico de Portalegre sobre a importância deste evento. Luís Loures começou por nos referir “este evento é muito importante pois dá a possibilidade de trazer a Portalegre algumas das pessoas com mais conhecimento na temática das alterações climáticas e transição energética” acrescentando “é muito importante para a região podermos ter pessoas com este conhecimento a partilhar as suas experiências e os principais avanços da ciência a este nível.”

Para o Presidente do IPPortalegre “para nós é muito relevante esta iniciativa porque se integra dentro daquela que é a nossa metodologia , a nossa visão para o que queremos fazer no nosso Campus Politécnico.”

Queremos ter um Campus sustentável, que seja Net Zero ou seja, com zero emissões de carbono e por isso, poder fazer aqui uma conferência internacional desta natureza , trazendo aqui experiências extraordinárias para serem partilhadas com os nossos estudantes, investigadores e comunidade em geral, pareceu-nos uma grande oportunidade” sublinhou ainda o responsável.

Luís Loures adiantou ainda que “o Ministério da Ciência e Ensino Superior tem uma clara visão sobre a importância desta temática e que este é um desidrato que importa a toda a Academia e Instituições de Ensino Superior “ acrescentando que “no Politécnico de Portalegre nós temos uma visão que está muito ligada ao desenvolvimento sustentável como um todo, de uma forma integral, que não se prende apenas com as questões ambientais mas também com a componente social e económica” explicando que , por isso, “temos um conjunto significativo de projetos financiados a este nível.”

Luís Loures refere ainda “aquilo que nós queremos fazer é levar estas questões à sociedade civil, mostrando que este é um combate de todos e que só pode ser vencido com a participação de todos” realçando ainda que “com esta iniciativa, é uma forma de levar aos outros países o que de bom se faz no Politécnico de Portalegre e ao mesmo tempo olhar para a experiência desses Países e ver aquilo que podemos replicar no âmbito do desenvolvimento.”

Questionado pela RC se tendo em conta a situação de seca que atravessamos no Alentejo, faz todo o sentido a realização desta iniciativa nesta região, Luís Loures sublinha “quando falamos em alterações climáticas e Campus net zero, são temas que estão interligados pois as emissões de C02 têm contribuído de forma muito significativa para as alterações climáticas e para um sobreaquecimento na nossa atmosfera o que tem trazido problemas, nomeadamente as situações de seca ou também as inundações, pois as alterações climáticas são um conjunto muito vasto de fenómenos.”

Populares