14.8 C
Vila Viçosa
Terça-feira, Junho 18, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Portalegre e Beja entre os distritos afetados pelos maiores incêndios rurais deste ano

Segundo o último relatório provisório de incêndios rurais do ICNF, a base de dados nacional de incêndios rurais regista, no período compreendido entre 1 de Janeiro e 15 de Setembro de 2021, um total de 7027 incêndios rurais que resultaram em 26559 hectares de área ardida, entre povoamentos (8030 ha), matos (15717 ha) e agricultura (2812 ha).

Comparando os valores do ano de 2021 com o histórico dos 10 anos anteriores, assinala-se que se registaram menos 51% de incêndios rurais e menos 72% de área ardida relativamente à média anual do período.

Segundo o relatório, “as causas mais frequentes em 2021 são: uso negligente do fogo (48%) e o incendiarismo – imputáveis (23%), naquele caso com relevância para as queimadas de sobrantes florestais ou agrícolas (21%), queimas de amontoados de sobrantes florestais ou agrícolas (10%) e queimadas para gestão de pasto para gado (14%). Os reacendimentos representam 4% do total de causas apuradas, num valor inferior face à média dos 10 anos anteriores (16%)”.

Tal como a rádio campanário tinha noticiado, o ano de 2021 em que se registou um menor número de incêndios, tendo registo o 2.º valor mais reduzido de área ardida, desde 2011.

Nos últimos três meses, o dispositivo de combate a incêndios rurais esteve na sua capacidade máxima, com 12.058 operacionais, 2.795 equipas, 2.656 veículos e 60 meios aéreos no terreno, no denominado ‘reforçado — nível IV’.

 

Entre os maiores 20 incêndios rurais, entre 1 de janeiro e 15 de setembro de 2021 mais afetados destaca-se a região do Alentejo, com os distritos de Beja e Portalegre.

No distrito de Beja, o incêndio de Odemira, que ocorreu no dia 18 de agosto, fez arder 988 hectares de área total e o incêndio de Aljustrel, que ocorreu no dia 12 de julho, tendo ardido 205 hectares de área total.

No distrito de Portalegre, o incêndio de Elvas, que ocorreu no dia 28 de julho, fez arder 206 hectares de área total e o incêndio de Sousel, que ocorreu no dia 14 de julho, tendo ardido 107 hectares de área total.

 

Número de incêndios rurais e extensão de área ardida, por distrito, entre 1 de janeiro e 15 de setembro de 2021.

No distrito Beja, entre 1 de janeiro e 15 de setembro de 2021, ocorreram 243 incêndios, tendo ardido uma área total de 1629 hectares.

No distrito Portalegre, entre 1 de janeiro e 15 de setembro de 2021, ocorreram 164 incêndios, tendo ardido uma área total de 642 hectares.

No distrito Évora, entre 1 de janeiro e 15 de setembro de 2021, ocorreram 200 incêndios, tendo ardido uma área total de 910 hectares.

 

 

O relatório refere que “o corrente ano e até à data, o mês de agosto, apresenta maior número de incêndios rurais, com um total de 1642 incêndios, o que corresponde a 23% do número total registado no ano. No que respeita à área ardida, até à data, o mês de agosto é também o mês que apresenta maior área ardida no corrente ano, com um total de 10321 hectares, o que corresponde a 39% do total de área ardida registado no ano.”

Populares