26.5 C
Vila Viçosa
Sábado, Junho 15, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Projeto REA Alentejo quer combater o problema da desertificação no Baixo Alentejo

Cerca de 94% do território do Baixo Alentejo “é suscetível à desertificação” devido às alterações climáticas e ao uso intensivo dos solos.”

A conclusão foi hoje revelada por um estudo apresentado pela Universidade Nova de Lisboa hoje apresentado em Beja e através do qual foi dado conta que “Chegámos a este resultado através de um sistema de indicadores que tem em conta uma série de parâmetros, como a qualidade do solo, do clima e da vegetação”.

De acordo com ,  Maria José Roxo, uma das autoras do estudo, em declarações à Agência Lusa,  “cerca de 94% da NUTS [Nomenclatura das Unidades Territoriais para Fins Estatísticos] Baixo Alentejo é suscetível à desertificação”.

A Região de mértola é que apresenta a maior percentagem de suscetibilidade a este fenómeno -96%.

O estudo adianta ainda que a NUTS Baixo Alentejo, com 13 dos 14 concelhos do distrito de Beja (a exceção é o de Odemira), 38% do território tem “suscetibilidade crítica à desertificação, 35% muito elevada e 21% elevada”.

Leia a njotícia completa em GreenSavers

 

Populares