22 C
Vila Viçosa
Segunda-feira, Abril 22, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

“São 15 anos felizes; para os Utentes esta é a sua casa e nós a segunda família, isso orgulha-nos” diz Ana Batista, Misericórdia de Borba(c/som)

 

A Estrutura Residencial para Idosos(ERPI) Josefina Silveira Fernandes, da Santa Casa da Misericórdia de Borba, completa hoje 15 anos de vida.

Para celebrar esta data tão importante para a Instituição e também para os utentes, foram realizadas no dia de hoje várias as atividades que assinalaram assim este aniversário.

A Rádio Campanário esteve presente e falou com Ana Batista da Misericórdia de Borba sobre a importância desta Estrutura Residencial para Idosos que começou por nos referir “estamos muito satisfeitos por celebrar estes 15anos porque significa que de há 15 anos para cá conseguimos ajudar mais 36 famílias nesta resposta social.”

A estrutura que recebe idosos em alojamento permanente tem sido uma ajuda preciosa e a responsável adiantou ainda “achamos que temos feito um bom trabalho, com a forma como temos evoluído e achamos que celebrar este dia é um motivo de orgulho.”

Questionada se esta resposta social fazia falta no concelho, Ana Batista refere “sem dúvida , nós depois deste lar de 15 anos , abrimos outra ERPI há 10 anos e mesmo assim continuamos com listas de espera muito significativas.”

Para Ana Batista não há dúvidas “esta resposta fez toda a diferença neste concelho.”

Segundo Ana Batista “o facto de esta ser uma resposta de alojamento permanente faz com que as pessoas se mudem para aqui de forma definitiva, dando-lhe um carácter emocional e para eles passa a ser a sua casa, e isso deixa-nos muito felizes porque também nos afeiçoamos a eles.”

Somos a família destes idosos que está mais presente, nunca vamos substituir ninguém mas é muito importante este trabalho em conjunto-família e Instituição-para o bem estar deles” sublinhou ainda Ana Batista que conclui referindo “são 15 anos felizes, para os utentes, para a Instituição, para os funcionários, ninguém tem dúvidas disso; acreditamos que o futuro será próspero.”

 

Populares