17 C
Vila Viçosa
Quarta-feira, Maio 22, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Teatro Garcia de Resende recebeu a 7.ª edição do Prémio José Augusto Alegria

Foto: Eborae Música

Terminou, ontem, a 7.ª edição do Prémio José Augusto Alegria, um concurso que este ano teve como modalidades centrais o canto e o piano.

 

Este concurso tem como referência e patrono o Cónego Dr. José Augusto Alegria, que levou uma importante obra musical centrada no estudo e investigação das várias vertentes da “Escola de Música da Sé de Évora”, nos séculos XVI e XVII. Este Prémio tem por objetivos  estimular o estudo da música e elevar os níveis de desempenho, o desenvolvimento do gosto pela área musical, bem como promover o intercâmbio de aprendizagens.

 O júri do Concurso foi presidido por Benoit Gibson e teve como vogais Liliana Bizineche e Sandra Medeiros na modalidade de Canto, Ana Telles e Tito Gonçalves na modalidade de Piano. O Pianista acompanhador foi Yan Mikirtumov.

 Nos dias 23 e 24 houve provas abertas ao público no Convento dos Remédios: dia 23 de julho – 15h00 Semi Final de Canto e no dia 24 – Final de Piano às 10h00 e Final de Canto às 15h00.

 Os vencedores do concurso apresentaram-se no Concerto de Laureados, no dia 24 de julho, domingo, às 21h00, no Teatro Garcia Resende, momento também de homenagem a José Augusto Alegria, com uma prestação de grande qualidade e agrado do público.

Os Laureados foram: Piano – 3º Escalão: 2º Prémio – Lucas Filipe Roberto de Barros;

Canto: Menção Honrosa – Patricia Santos Modesto;

Prémio Melhor Interpretação de Canção Portuguesa – Cláudia Ribas de Sousa;

3º Prémio – Sofia Marafona;

2º Prémio – Cláudia Ribas de Sousa;

1º Prémio – Maria del Mar Machado Morán.

Os dois primeiros Prémios foram atribuídos pela Câmara Municipal de Évora

Populares