×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63
JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 68

Vila Vicosa

Comerciantes de V.Viçosa mantém esperança num Natal atípico que leve a população ao comércio local (c/som)

Entrevistas 27 Nov. 2020

O Natal está a chegar, este ano com um grande incentivo às compras antecipadas e também às compras no comércio local, de forma a ajudar as pequenas empresas.

A RC foi falar com alguns comerciantes de Vila Viçosa para saber o que esperam para este Natal em termos de vendas e se já sentem que existe procura por parte dos compradores.

Zulmira “Milú” Bravinho, da Casa Bravinho, tem “esperança de que as coisas melhorem”. No entanto, apesar de estar a chegar a época natalícia não acredita que haja mais vendas este ano.

Afirma que irá pensar em algo para esta época “que chame mais algum cliente” à loja. Garante ainda que os clientes que vão “não têm medo” de experimentar as roupas e que, caso o façam, após isso a roupa é desinfetada e colocada ao ar.

Também Manuel Carretas da Milena Sapataria, prevê um Natal “com mais dificuldades”, apesar dos esforços dos comerciantes “para que corra melhor”.

Sobre as vendas na sapataria afirma que “mais ou menos costumam ser boas, mas com o estado em que estamos prevê-se que não o sejam”.

Este fim de semana o concelho de Vila Viçosa já não se encontra com as restrições de recolhimento obrigatório a partir das 13 horas e, por esse motivo, Manuel Carretas, acredita que as vendas já serão melhores pois “as pessoas já circulam mais”.

No entanto, reforça: “prevê-se um Natal com muitas dificuldades, mesmo muitas”.

Por fim, Roide, funcionária da ourivesaria Infante Jóia, faz um apelo de esperança para esta época: “Espero que neste Natal a população de Vila Viçosa compre as suas prendas no comércio local, porque devido à pandemia sabemos que o país vive em crise e se a população contribuir comprando no comércio local acredito que teremos um Natal bom em vendas”.

Na ourivesaria as vendas continuam a acontecer “de forma razoável” apesar da COVID-19, mas garante: “percebemos que está mesmo complicado, principalmente aqui a rua que sempre teve muito movimento e percebemos que o movimento caiu. Pela manhã as pessoas ainda caminham, mas de tarde fica um deserto”.

“Espero que no Natal a população Vila Viçosa compre no comércio local, para termos um Natal alegre”, reforça.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Janeiro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31