×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63
JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 68

Evora

“O Alentejo tem uma vantagem. Para nós, a cultura é estratégica e temos a tradição de a colocar como um dos eixos estratégicos de desenvolvimento “, diz Presidente da CM de Évora(com som)

Entrevistas 01 Nov. 2020
Foi ontem apresentada, em conferência de imprensa, a candidatura da cidade de Évora a Capital Europeia da Cultura 2027.
Na sessão, que teve lugar na Torre do Salvador, em Évora, sede da candidatura,e na qual a Rádio Campanário esteve presente, Paula Mota Garcia (coordenadora da Equipa de Missão) e Carlos Pinto de Sá (Presidente da Câmara Municipal de Évora e representante da Comissão Executiva “Évora 2027”) foi apresentado o projeto que incide sobre a identidade cultural alentejana e que prevê a conceção e implementação de ações estruturantes de longa duração, capazes de salvaguardar ligações sustentáveis entre o setor cultural e criativo com outras áreas da sociedade.
O processo de candidatura, que decorre da estratégia cultural de cidade (Estratégia 2030) que será apresentada pelo Município de Évora até ao final do ano, e pretende valorizar o território, as suas gentes, o seu património material e imaterial, e os seus contributos para a construção da identidade nacional e europeia, elegendo como conceito de partida a escala humana na sua relação com diferentes dimensões. 
A construção da narrativa de Évora 2027 e conceitos a defender foi iniciada pela Equipa de Missão, coordenada por Paula Mota Garcia, em março de 2020. A constituição da Equipa de Missão a essa data foi mais uma das etapas cumpridas pela candidatura de Évora que manifestou a intenção de ser cidade candidata a Capital Europeia da Cultura em novembro de 2017 no Salão Internacional do Património Cultural em Paris, tendo sido desenvolvidos vários trabalhos preparatórios.
Essa decisão resultou de um compromisso político entre oito entidades que compõem a Comissão Executiva “Évora 2027”: Câmara Municipal de Évora (líder da candidatura, como estipulado pelo Regulamento Europeu), Agência Regional de Promoção Turística do Alentejo, Comissão de Coordenação de Desenvolvimento Regional do Alentejo, Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central (composta pelos Municípios de Alandroal, Arraiolos, Borba, Estremoz, Évora, Montemor-o-Novo, Mora, Mourão, Portel, Redondo, Reguengos de Monsaraz, Vendas Novas, Viana do Alentejo e Vila Viçosa), Direção Regional de Cultura do Alentejo, Fundação Eugénio de Almeida, Turismo do Alentejo e a Universidade de Évora.
Carlos Pinto de Sá, Presidente da Câmara Municipal de Évora , referiu Évora 2027 afigura-se enquanto projeto estruturante para o futuro do região onde, tendo em conta naturais diferenças, devemos sempre procurar o que temos em comum e, em particular, o nosso amor ao Alentejo”.
Com a acção condicionada nos últimos meses tendo em conta a situação pandémica que o País atravessa, e que acabou por limitar também a presença de público nesta sessão de apresentação, o autarca adianta “tem sido desenvolvido um trabalho aprofundado de auscultação do território, de identificação de parcerias estruturantes a nível regional, nacional e internacional, de criação de condições de aproximação entre estruturas artísticas e de investigação e inovação, de promoção de um diálogo construtivo com o setor artístico do concelho de Évora.”
Questionado como a candidatura de Évora irá acompanhar as candidaturas “concorrente “, o edil adiantou “não consideramos ter candidaturas concorrentes. Nós fizemos esta candidatura pelo Alentejo e estamos a trabalhar em conjunto com as restantes”.
Relativamente à requalificação do Teatro Garcia de Resende e à sua inclusão na matriz desta candidatura, Carlos Pinto de Sá adiantou-nos que foi definida, no âmbito desta candidatura, a requalificação de 4 grandes edifícios: palácio D. Manuel, o Teatro Garcia de Resende por ser um dos quatro teatros históricos de Portugal, o Salão Central e o antigo edifício da Rodoviária para onde está pensado um Centro de Investigação e formação”.
Tendo em conta que a participação e o compromisso são algumas das características mais relevantes do atual paradigma das Capitais Europeias da Cultura, no próximo mês, Évora 2027 lançará um amplo processo participativo que consistirá na realização de um conjunto de encontros em vários municípios do Alentejo Central e que será coordenado pela Universidade de Évora.
Paula Mota Garcia, coordenadora da Equipa de Missão, adiantou à Rádio Campanário que esta é a prioridade neste momento, referindo ainda que este processo participativo “vai percorrer vários Municípios do Alentejo.”
A Coordenadora deu ainda conta que “tirando partido das ferramentas digitais vamos avançar com um programa muito cúmplice com as pessoas que vivem e trabalham no Alentejo, nomeadamente, em áreas como a educação ou desporto, olhando para estas atividades como transversais e tirando partido da riqueza do Alentejo.”
Relativamente aos espaços a serem utilizados para dinamizar a cidade de Évora, Paula Mota Garcia sublinhou “esta candidatura tem a responsabilidade de olhar para todos os edifícios e entender as suas missões e, em muitas situações, dar a possibilidade de reformular esta missão.”
O projeto de uma capital europeia transcende qualquer trabalho já feito, ainda que respeitando-o, no sentido em que ela é obrigada a olhá-lo e repensá-lo”, afirmou.
O programa do evento contou ainda com o espetáculo By Heart, uma coprodução do Teatro Nacional D. Maria II, com texto, encenação e interpretação de Tiago Rodrigues (vencedor do Prémio Pessoa, em 2019).
O programa europeu Capital Europeia da Cultura (CEC) é uma das ações mais emblemáticas da União Europeia, que visa promover uma zona cultural comum.
Em 2027, o título de Capital Europeia da Cultura será atribuído a duas cidades, a uma portuguesa e a uma letã. Em novembro de 2020, o Ministério da Cultura deverá publicar um Aviso de Concurso Nacional, de acordo com o estabelecido pela Comissão Europeia. 
Em meados de 2022, será publicada a lista das cidades que são convidadas a detalhar as suas propostas de acordo com um conjunto de recomendações. O resultado final do júri será conhecido entre o final de 2022 e início de 2023.


 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Fevereiro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28