Castelo de Vide

"Que a Casa Salgueiro Maia ajude os jovens a serem melhores, a exercerem a cidadania, para um país melhor" diz viúva do Capitão de Abril(c/som)

Entrevistas 02 Jul. 2021

A Casa da Cidadania Salgueiro Maia, em Castelo de Vide, resultado do projeto da Câmara Municipal de Castelo de Vide e da Direção Regional de Cultura do Alentejo (DRCAlentejo), foi hoje, 1 de julho, inaugurada, precisamente na data do aniversário de nascimento de Salgueiro Maia, que completaria 77 anos de idade. 

A Casa da Cidadania Salgueiro Maia foi construída no Castelo da vila, património do Estado, e o projeto, entre outras valências, integra um núcleo museológico que homenageia o capitão de Abril.

Salgueiro Maia, natural de Castelo de Vide, expressou duas vontades em testamento. Uma foi ser sepultado naquela vila, em campa rasa, e a outra foi deixar o seu espólio ao município para que fosse objeto de musealização.

Nesta cerimónia estiveram presentes diversas entidades oficiais assim como Natércia Maia, viúva do Capitão de Abril.

A Rádio Campanário falou, em exclusivo com Natércia Maia que questionada sobre qual era o sentimento de ver nascer este espaço em homenagem ao seu marido, nos referiu " sinto-me feliz por ter sido um sonho que foi concretizado."

A viúva do capitão de abril sublinhou "estou muito grata pela persistência das pessoas, pelo trabalho, por todos os obstáculos que foram surgindo e que foram sendo ultrapassados, tornando possível este espaço."

Natércia Maia espera que o legado deixado pelo seu marido ajude os jovens "a serem melhores cidadãos, a exercerem a cidadania, para melhorarem o nosso país."

Segundo Natércia Maia "a melhor homenagem que se pode fazer é sermos meçhores e fazermos alguma coisa para que Portugal seja um país melhor."

Na Casa da Cidadania Salgueiro Maia, que agora pode ser visitada em Castelo de Vide, entre as peças que fazem parte do espólio do núcleo museológico figura o conhecido megafone com que, a 25 de Abril de 1974, no Largo do Carmo, em Lisboa, o então capitão intimou Marcelo Caetano a render-se e a entregar o poder às forças da democracia.

O espaço museológico exibe também o uniforme e o “quico” militar que Salgueiro Maia envergava nesse dia assim como uma área com cartazes e fotografias e uma coleção de miniaturas de carros de combate, a especialidade do militar como oficial de Cavalaria e a sua grande paixão profissional, são outras das valências da Casa da Cidadania Salgueiro Maia.

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Novembro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30