29 Nov. 2021
Nuno Rocha
Ponto de Contacto
11:00-13:00

Alandroal

Alandroal: Impedido de avançar no desconfinamento, concelho reduz incidência e tem apenas 1 caso ativo

Regional 24 Abr. 2021

Cerca de uma semana depois do Primeiro ministro António Costa ter anunciado a entrada na terceira fase de desconfinamento e onde o concelho de Alandroal não foi incluído, considerada a sua taxa de incidência por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias (361), altera-se agora o panorama.

Segundo dados revelados ontem pela Direção Geral de Saúde, o concelhgo de Alandroal encontra-se agora co uma incidência cumulativa de 60 casos por 100 mil habitantes, deixando o concelho de estar em risco elevado e de estar acima do limite fixado pelo Governo.

Ainda assim, esta melhoria não permite ao concelho, para já, ver alterada a sua situação pois terá que aguardar pela entrada em vigor da nova fase de desconfinamento para que posssa ver a sua situação alterada.

O Presidente da Câmara Municipal de Alandroal, João Grilo, na sua página pessoal de facebook já se pronunciou sobre o sucedido referindo "A meio da quinzena de desconfinamento suspenso, o Alandroal surge, nos dados de ontem, como era de esperar, com incidência cumulativa a 14 dias de 60 casos por 100 mil habitantes (de 07/04 a 20/04). Dos 5 casos ativos que restavam, 4 tiverem alta no domingo passado e o mesmo já terá acontecido com o último que ainda não é considerado como tal nos registos oficiais."

O autarca acrescenta ainda "Já todos sabíamos que ía ser assim e bem nos esforçámos por alertar. Sabemos que não é fácil mudar critérios que serviram o país durante mais de um ano com momentos muito difíceis pelo meio" sublinhando "Mas também já se tornou evidente que nesta fase da pandemia usar este critério único, e não recorrer a dados atualizados ao dia se tornou demasiado penalizador para os concelhos de baixa densidade."

João Grilo termina referindo "Os indicadores do desconfinamento geral são animadores, a prevenção evoluiu muito, a testagem evoluiu muito e a vacinação segue a um ritmo crescente. Já não faz sentido fechar todo um concelho por um surto localizado, controlado e fora da comunidade. Temos sabido sempre adaptar-nos à realidade da pandemia para seguirmos em frente e precisamos de continuar a fazê-lo."

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Novembro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30