Imprimir esta página

regional

Até às 17h00 de hoje, foram detidas 108 pessoas por crime de desobediência.

Regional Escrito por  29 Abr. 2020

Dando cumprimento às determinações do Decreto que renovou o Estado de Emergência, em vigor desde as 00h00 do dia 18 de abril, a Guarda Nacional Republicana e a Polícia de Segurança Pública continuam a desenvolver uma intensa atividade de sensibilização, vigilância e fiscalização junto da população.

Assim, até às 17h00 de hoje, foram detidas 108 pessoas por crime de desobediência, das quais 36 por desobediência à obrigação de confinamento obrigatório, 1 por desobediência ao dever especial de proteção, 51 por desobediência ao dever geral de recolhimento domiciliário, 8 por desobediência ao encerramento de instalações e estabelecimentos, 1 por desobediência às regras de funcionamento do comércio a retalho, 3 por desobediência às regras de funcionamento na prestação de serviços e 8 por resistência/coação.

No mesmo período, foram encerrados 235 estabelecimentos por incumprimento das normas estabelecidas.

Estes números juntam-se aos verificados nos dois primeiros períodos de Estado de Emergência: no primeiro período, que vigorou entre os dias 22 de março e 2 de abril, registaram-se 108 detenções por crime de desobediência e foram encerrados 1.708 estabelecimentos comerciais; no segundo período, que vigorou entre os dias 3 e 17 de abril, registaram-se 184 detenções por crime de desobediência e foram encerrados 432 estabelecimentos comerciais.

O Ministério da Administração Interna, perante a imperiosa necessidade de todos contribuírem para conter o contágio da COVID-19, insiste no cumprimento rigoroso das medidas impostas pelo Estado de Emergência.