06 Dez. 2021
Augusta Serrano
Notícias
17:00-19:30

Bombeiros ainda sem Equipamento de Proteção Individual. Presidente da Federação de Bombeiros culpa A. N. Proteção Civil dizendo “é tudo uma trapalhada” (c/som)

Regional 04 Set. 2014

As corporações de bombeiros continuam sem receber os Equipamentos de Proteção Individual prometidos no ano passado pelo Governo.

Recorde-se que em março de 2013 foi assinado um protocolo entre o Governo, as CIM (Comunidades Intermunicipais), a Liga de Bombeiros e a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) e em que as autarquias ficaram de lançar os concursos para a compra dos equipamentos.

A menos de um mês do final do período critico no combate aos incêndios florestais, as corporações de bombeiros do Alentejo ainda não receberam o novo material de combate às chamas.

À Rádio Campanário o presidente da Federação de Bombeiros do Distrito de Évora, Inácio Esperança diz que “a CIMAC terá poucas responsabilidades, a maior responsabilidade é de quem atribuiu à CIMAC a responsabilidade de fazer este tipo de concurso”.

O dirigente diz que “há um contributo negativo da própria Autoridade Nacional de Proteção Civil, órgão tutelado pelo Ministério (da Administração Interna) que entregou estes concursos à CIMAC que não tinham conhecimentos na matéria”.

Inácio Esperança vai mais longe para dizer “a meu ver, a grande responsabilidade é da Autoridade Nacional de Proteção Civil que pediram à CIMAC que fizessem os concursos após saber que tiveram dificuldades em assumir este concurso”, acrescentando, “é tudo uma grande trapalhada que penso se vai resolver rapidamente, porque a CIMAC tem feito um esforço louvável para conseguir levar ao fim uma tarefa para a qual não estavam minimamente preparadas e com trabalho dificultado pela própria Autoridade (ANPC)”.

Ainda assim o presidente da Federação de Bombeiros do Distrito de Évora espera que até ao final do ano as corporações consigam ter o Equipamento de Proteção Individual.   

{play}http://radiocampanario.com/sons/Inacio%20Esperanca%20equipamento4setembro14.MP3{/play}

O Ministério da Administração Interna tinha delegado nas CIM a competência para lançar os concursos e aquisição do material, mais resistente ao fogo, fato, luvas, botas, capacete e máscara, de forma a ajudar a evitar mortes. Acontece que, um ano e meio depois, e em plena época de incêndios florestais, nenhuma corporação recebeu ainda a totalidade de equipamentos.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31