08 Dez. 2021
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
22:00-04:00
×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 63

Evora

Câmara de Évora ativa a partir de amanhã o plano para apoiar os sem-abrigo devido ao frio

Câmara de Évora ativa a partir de amanhã o plano para apoiar os sem-abrigo devido ao frio Foto: JASON LEE
Regional 06 Jan. 2021

A Câmara Municipal de Évora vai ativar na quinta-feira o plano de contingência para apoiar os cerca de 40 sem-abrigo existentes no concelho, devido ao tempo frio, disponibilizando abrigo e alimentação.

O Plano de Contingência para Pessoas Sem-Abrigo - Tempo Frio de Évora é ativado, pela Proteção Civil Municipal, sempre que existe "uma situação de risco", ou seja, "quando as temperaturas mínimas são inferiores a um grau" num período "de dois dias", explicou à Lusa o presidente da câmara, Carlos Pinto de Sá.

A medida vai ficar implementada, "em princípio, até terça-feira", mas a sua duração pode ser antecipada ou prolongada de acordo com as previsões meteorológicas, mais precisamente "enquanto durar este tempo frio", disse o autarca.

Neste concelho alentejano, de acordo com outra fonte do município, estão identificadas atualmente "40 pessoas que não têm teto, nem casa", pelo que são consideradas sem-abrigo.

Carlos Pinto de Sá indicou que a ativação do plano de contingência implica, "fundamentalmente, a disponibilização de um espaço", que no caso de Évora é o Monte Alentejano, no Rossio de S. Brás, aberto aos sem-abrigo, onde poderão "pernoitar e tomar refeições".

"O Monte Alentejano vai estar aberto durante o dia e à noite, com condições para receber as pessoas que queiram pernoitar. Ninguém é obrigado, naturalmente, é apenas para os que aí se quiserem dirigir", assinalou o autarca.

Com a ativação do plano de contingência por parte da câmara, é notificado "um conjunto de entidades", como a Segurança Social, a Cruz Vermelha Portuguesa e associações de apoio aos sem-abrigo", que depois se encarregam da "operacionalização do espaço de acolhimento", acrescentou.

A decisão de dar "luz verde" a esta medida surge na sequência da informação sobre tempo frio que "chegou hoje" do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O sul de Portugal continental e o arquipélago da Madeira são afetados, desde esta tarde e até sexta-feira, por vento forte, chuva e agitação marítima associados à passagem da depressão Filomena, segundo o IPMA.

No continente, todos os distritos estão sob aviso amarelo devido ao tempo frio até às 09:00 de quinta-feira.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31