11 Ago. 2022
Augusta Serrano;
Firmamento da Noite
22:00-04:00

Evora

Ciclo de Concertos “Música no Inverno” com Recital de Piano a 4 Mãos

Regional Escrito por  17 Nov. 2021

A Associação Eborae Mvsica realiza, em articulação com a Câmara Municipal de Évora, em Novembro e Dezembro, o XVII Ciclo de Concertos "Música no Inverno” uma atividade destinada a enriquecer a oferta cultural da cidade nos meses de inverno, conforme nota de imprensa enviada à nossa redação.

O ciclo prossegue no dia 21 de novembro, às 18h00  com um Recital de Piano a 4 Mãos por Duarte Pereira Martins e Philippe Marques do MPMP(Movimento Patrimonial pela Música Portuguesa).

 Programa: Igor Stravinski (1882-1971) | - Pétrouchka (1910-11, rev. 1947): IDança Russa (do primeiro quadro), II Segundo quadro – No quarto de Pétrouchka, III -Dança da bailarina e Valsa (da bailarina e do mouro), IV Quarto quadro – Festa popular da Semana Gorda (ao fim da tarde) ; Fernando Lopes-Graça (1906-1994) - Melodias Rústicas Portuguesas [selecção] - 1.º caderno (1957): I.Melro, meu melrinho, II.Os amores da azeitona, V.Canto pastoril, VI.Laranja da China, XII.Toada de aboiar; 2.º caderno (1967) : XI.Deolinda, Deolinda, XII.Nossa Senhora da Granja, XIII.O meu menino é d’oiro, XIV.O rei e a pastora, XV.Recordai, fiéis cristãos ; 3.º caderno (1979) : I.Canto do S. João, II.Este ladrão novo, III.Deus te salve, ó Rosa, IV.S’nhora da Póvoa, V.Oração de S. José, VI.Pastoril transmontano, VII.A virgem se confessou, VIII.Canção de berço, IX.Ó da malva, ó da malvinha!, X.Martírios, XI.Maragato son ; Paris 1937 (1938-68) * versão para piano a 4 mãos dos intérpretes

Duarte Pereira Martins e Phillipe Marques -O duo formado por estes pianistas aborda o património musical para piano solo, piano a quatro mãos e dois pianos com especial ênfase para a descoberta e revitalização do repertório de autores portugueses de todas as épocas. Ativo desde 2008, o grupo tem-se apresentado com regularidade em todo o país, bem como em recitais em Paris (2012 e 2014) e em seis capitais de estado brasileiras (a propósito da digressão levada a cabo em 2014 pelo mpmp), em recitais comentados e espectáculos temáticos. Cruzando obras canónicas com descobertas inéditas, o grupo apresentou estreias de autores como Eli Camargo Júnior, João Pedro Oliveira, Sérgio Azevedo, Hugo Ribeiro e Edward Ayres d’Abreu, bem como estreias contemporâneas de compositores dos séc. XIX e XX como Alfredo Keil, Tomás Borba, Joly Braga Santos e Ruy Coelho, entre outros. Em 2020, o duo editou o seu primeiro CD, intitulado “La fièvre du temps”, com música de Igor Stravinski, Maurice Ravel, Ruy Coelho e Fernando Lopes-Graça. Este projecto visa a interpretação das reduções de peças escritas para bailado, tendo o duo sido pioneiro nesse trabalho no que diz respeito aos compositores portugueses. O CD inicia uma colecção que se chama, precisamente, Bailados Portugueses, prevendo-se para 2022 a edição do segundo volume. DUARTE PEREIRA MARTINS -Iniciou os seus estudos de piano aos quatro anos de idade. Aos oito ingressa no Conservatório Nacional, onde conclui o curso de piano com a classificação máxima, em 2009, estudando aí com Hélder Entrudo e Carla Seixas. Premiado em diversos concursos, apresenta-se regularmente em concerto por todo o país, tanto a solo como em eclécticos grupos de música de câmara. Fundou o mpmp, movimento patrimonial pela música portuguesa, associação cuja temporada dirigiu numa programação com mais de duas centenas de eventos dedicados exclusivamente à música portuguesa. É o director artístico das inéditas integrais de sonatas de Carlos Seixas (por José Carlos Araújo) e João Domingos Bomtempo (por Philippe Marques), para a colecção melographia portugueza.PHILIPPE MARQUES -Nasceu em 1991 em Lausanne, na Suíça. Iniciou os seus estudos musicais em 2001, no Conservatório Regional Silva Marques, onde estudou com Catherine C. Paiva. Em 2006 foi admitido no Conservatório Nacional, completando o Curso de Piano com 20 valores na classe de Hélder Entrudo.

Apresenta-se regularmente em vários locais do país. Tem participado em recitais gravados pela Antena 2, incluindo um ciclo dedicado à apresentação pública da integral das sonatas para piano de J. D. Bomtempo. Como solista, apresentou-se em Março de 2011 com a Orquestra da Escola Superior de Música de Lisboa, sob a direcção do maestro Vasco Pearce de Azevedo, interpretando o primeiro concerto para piano de F. Liszt. Em 2012 deu concertos a solo em Paris e na Califórnia.

O ciclo prossegue, sempre às 18h00, dia 27 Recital de Piano por Pedro Burmester, dia 1 de dezembro Coro Ricercare, direção de Pedro Teixeira durante o qual será apresentada a obra vencedora da edição deste ano do Concurso de Composição “2ª Escola de Évora|Eborae Mvsica” e entregue o prémio ao vencedor; Dia 4  – Trio Piazzolla Lisboa: António Carrilho – Flautas, Catherine Strynckx – Violoncelo e Helena Vasques – Piano; dia 5 Quinteto de Cordas constituído por: Susana Nogueira e Luís Rufo – Violinos, Bruno Correia – Viola d’Arco, Samuel Santos – Violoncelo, Hugo Monteiro – Contrabaixo e terminará no  dia 12 com  o  Concerto de Natal pelo Coro Polifónico “Eborae Mvsica”, dirigido pelo Maestro Emanuel Vieira.

 É aconselhável a reserva prévia de bilhetes através de Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

É obrigatório o uso de máscara

A Organização é da Associação Eborae Musica entidade financiada pelo Ministério da Cultura- DGArtes, com Co-Produção da Câmara Municipal de Évora, e apoio de: Diário do Sul, A Defesa, Registo, Antena 2, MPMP e Rádio Diana. 

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31