Imprimir esta página

baixo alentejo

CIMBAL reúne-se com Jorge Seguro Sanches e abordou os efeitos da pandemia na economia da região

Regional 06 Jul. 2020

Os Municípios da Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL) reuniram-se na passada sexta-feira, dia 3 de julho, por teleconferência, com o Secretário de Estado Adjunto e da Defesa Nacional e Autoridade de Coordenação da Situação de Calamidade na região do Alentejo, Jorge Seguro Sanches.

De acordo com a nota da CIMBAL, “considerando o momento atual, foi reforçado por parte dos intervenientes a necessidade de manter todas as medidas de proteção indicadas pelos organismos oficiais, designadamente as respeitantes às Estruturas Residenciais para Idosos. A proteção aos idosos continua a ser prioridade máxima para os nossos autarcas”.

Foram ainda abordadas as consequências que a pandemia produz na economia do Baixo Alentejo e medidas mitigadoras.

O Presidente do Município de Barrancos, Serranito Nunes, questionou o Secretário de Estado sobre a forma como decorreu o processo de reabertura da fronteira Barrancos/Encinasola. O governante informou que nunca sentiu disponibilidade por parte das autoridades espanholas para uma abertura similar à de Mourão. E, considerando a necessidade de existir esse entendimento comum, de ambos os países, só agora foi possível proceder à sua reabertura, não obstante todas as diligências efetuadas pelo Município de Barrancos.

O Presidente do Conselho Intermunicipal deixou um “agradecimento afetuoso ao Senhor Secretário de Estado, reconhecendo o seu papel fundamental de coordenação no terreno, da ação das entidades do poder central, com os municípios e a comunidade intermunicipal. Exortou os presentes a manter esta conjugação de esforços, de forma a minimizar os impactos negativos da pandemia no nosso território”.

Na reunião, estiveram também presentes a Presidente e o Vogal (nomeado pela CIMBAL) do Conselho de Administração da ULSBA e o Diretor Distrital de Beja da Segurança Social.