Covid-19 já provocou 628 mortos em utentes de lares em Portugal

Regional 11 Jul. 2020

A ministra da Saúde, Marta Temido, em conferência de imprensa realizada ontem, disse ”que a epidemia de covid-19 já provocou 628 mortes em utentes que viviam em lares em Portugal.”

Segundo indicou "os óbitos acumulados por covid-19 em lares são 628 dos 1.646 registados no boletim epidemiológico diário da DGS, de 10 de Julho".

A ministra da Saúde acrescentou que a região Norte é a que regista mais óbitos em utentes de lares, correspondendo a 296 pessoas do total.

Segue-se a zona de Lisboa e Vale do Tejo com 168 e o Centro a registar 143 mortes de utentes de residências para idosos.

O Alentejo regista atualmente 16 mortes nestas circunstâncias e o Algarve cinco, podendo os óbitos terem sido registados nos lares ou não, mas estando em causa idosos institucionalizados.

Marta Temido frisou que "as unidades de saúde pública estão muito atentas" à "vulnerabilidade" dos lares, disse que "as situações de surtos estão monitorizados" e adiantou que está a decorrer um levantamento sobre as estruturas residenciais com maior nível de risco, nomeadamente pelo pluriemprego dos colaboradores, elevado número de utentes ou falta de espaço e que essas serão alvo da realização periódica de rastreios.


 


 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31