Reguengos de Monsaraz

COVID-19: Reguengos de Monsaraz já não tem pessoas em cuidados intensivos

Regional 11 Ago. 2020

Na atualização dos dados da COVID-19 no concelho de Reguengos de Monsaraz, referente ao dia de ontem, 10 de agosto, é destacada a inexistência de pessoas em Unidade de Cuidados Intensivos (UCI).

Desde o dia 25 de junho, dia em que se registaram os primeiros internamentos em UCI referentes ao surto de COVID-19 que surgiu no lar da Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva (FMIVPS) em Reguengos de Monsaraz, que o número de pessoas nesta unidade aumentava.

Porém, já com o surto resolvido, foi no dia 09 de agosto, 45 dias depois, que se registou o primeiro dia sem pessoas em UCI, mas estando ainda em enfermaria.

Segundo a autarquia, “encontram-se 1 utente do Lar e 1 caso da comunidade no Hospital do Espirito Santo de Évora (HESE), ambos já negativos e a recuperar em enfermarias”.

O município destaca ainda “sinais de esperança que apontam para a cura nos próximos dias dos 7 utentes do lar que se encontram na Instalação de retaguarda situada nos Pavilhões Multiusos do Parque de Feiras e Exposições de Reguengos de Monsaraz. Continuam a verificar-se primeiros testes negativos nestes utentes”.

Até ao momento registam-se "171 CASOS POSITIVOS ACUMULADOS, 143 DOS QUAIS CURADOS, 10 ATIVOS e 18 ÓBITOS”.

Dos 10 casos ativos, registam-se sete utentes na instalação de retaguarda do lar da Fundação Maria Inácio Vogado Perdigão Silva, uma trabalhadora desta Instituição e dois casos na comunidade.

O município apela, mais uma vez, a toda a população para que mantenha os cuidados de segurança e higiene de forma a conter a propagação da pandemia COVID-19.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Setembro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30