Reguengos de Monsaraz

Durante 3h39, 7 corporações de Bombeiros transferiram cerca de 56 utentes infetados do Lar de Reguengos para o Hospital de Campanha (C/SOM)

Regional 04 Jul. 2020

Como a RC noticiou, esta sexta-feira, dia 3 de julho, idosos infetados do Lar da Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva (FMIVPS), em Reguengos de Monsaraz, foram transferidos para o Pavilhão Multiusos da cidade, onde está montado um Hospital de Campanha.

Em declarações à nossa emissora, Inácio Esperança, presidente da Federação Distrital de Évora dos Bombeiros, contou todos os pormenores sobre esta grande operação de transferência, que envolveu vários operacionais e Corporações.

O dirigente referiu que respondeu “a um apelo da Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo, para organizarmos a retirada dos utentes do Lar para o Pavilhão Multiusos. Pedimos o apoio do Comandante Operacional Distrital e destacámos alguns comandantes para fazermos a coordenação in loco da transferência dos utentes infetados”.

Esta operação foi preparada durante dois dias e foi articulada “com a ARS do Alentejo e com a diretora técnica da FMIVPS”.

Inácio Esperança refere que a operação durou 3 horas e 39 minutos, mais nove minutos que o inicialmente previsto, e envolveu sete Corporações de Bombeiros do distrito de Évora: Montemor-o-Novo, Évora, Estremoz, Vila Viçosa, Alandroal, Mourão, Portel e Reguengos de Monsaraz.

Foram transportados entre 54 a 56 utentes infetados, “mas houve algumas alterações porque durante o dia, alguns idosos foram transferidos para o Hospital Distrital de Évora”.

O presidente da Federação eborense de Bombeiros frisou ainda que “não houve apenas uma preparação de transportar os idosos”, mas também uma preparação “com pessoal técnico da Fundação, ao nível das psicólogas e as Assistentes Sociais, que fizeram um trabalho prévio para explicar aos idosos e às suas famílias esta transferência” e enalteceu que “houve qualquer problema durante a transferência”, que teve o apoio da GNR “que deram o seu apoio aos bombeiros para que pudéssemos fazer esta transferência no menor tempo possível”.

Inácio Esperança disse ainda que estão bombeiros da Corporação de Reguengos de Monsaraz no “auxilio dentro do Lar da FMIVPS” e que “os Bombeiros de Mourão estão na reserva para ajudar”.

“Somos 14 associações e temos um consórcio montado e foi nessa base que fizemos esta transferência. Sempre que necessário, apoiaremos a Corporação de Reguengos, na pessoa do Comandante Inácio Pacheco, que foi quem efetivamente coordenou as operações e sempre que ele solicitar, basta entrar em contacto que as associações vizinhas ou mais distantes irão ajudar”, enalteceu o dirigente.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31