Elvas

Elvas: “Construtora da EB 2,3 de Santa Luzia pede indemnização de 1 M€ por prejuízos da pandemia” diz Rondão de Almeida (c/som)

Regional 27 Out. 2021

Os serviços jurídicos da Câmara de Elvas estão a avaliar o pedido de indemnização pedido pelo empreiteiro, construtor da Escola de Santa Luzia.

À autarquia já chegou um pedido de indemnização no valor de um milhão de euros.

Segundo declarações do Presidente da Câmara, Rondão de Almeida, à margem de uma grande entrevista realizada pela Rádio Campanário ( em breve disponibilizada) ao Presidente da Câmara Municipal de Elvas,  eleito no passado dia 26 de setembro, o pedido do empreiteiro prende-se com os alegados prejuízos resultantes da pandemia.

Segundo estou informado, os pagamentos iam sendo feitos atempadamente, segundo os autos de medição. Se bem percebi, eles fundamentam esse pedido de indemnização devido à pandemia, invocando que a dada altura tiveram o pessoal parado e tiveram que pagar e houve equipamento que se teve que pagar, por exemplo uma grua ou retroescavadora, equipamentos que estiveram em obra, que custaram ao empreiteiro um montante / dia” referiu Rondão de Almeida.

Os serviços da autarquia já teriam sido alertados para este pedido de indeminização em maio / junho e pediram ao empreiteiro que apresentasse todos os justificativos para serem analisados e foi essa informação que chegou a semana passada à autarquia.

O autarca disse ter tido conhecimento da situação a semana passada, “é uma resma de papeis os deixados pelo empreiteiro, não sei até que ponto tem razão pois se invocando a pandemia por este país saíssem a pedir indemnizações, o estado não deve ter dinheiro para tudo.”

O assunto está agora a ser analisado pelos técnicos e pelo gabinete jurídico do município de Elvas.

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31