Evora

Estremoz/Évora: Família de trabalhador morto por carro de Eduardo Cabrita diz "O ministro teve responsabilidade"!

Regional 28 Out. 2021

Os familiares do trabalhador morto por o carro onde seguia o Ministro eduardo cabrita, num acidente que ocorreu na A6, estão sem respostas há quatro meses.

O segredo de justiça faz com que a família de Nuno Santos, não saiba sequer o resultado da autópsia.

De acordo com a notícia avançada pelo Correio da Manhã, a esposa de Nuno Santos refere"Acusaram logo o Nuno. Falei com os colegas e vi as roupas dele. Foi apanhado pelas costas. Não atravessaria a estrada assim",

Sofia Santos, filha da vítima mortal que entretanto se constituiu assistente no processo,  quer um desfecho: "Precisamos de saber como é que isto vai terminar." Outra das dúvidas para a família é o paradeiro do carro do ministro e se foram ou não feitas peritagens. Tudo, mais uma vez, devido ao segredo de justiça. "Porquê? É muito revoltante. Isto é um acidente de viação, um acidente de trabalho. Porquê?", pergunta a viúva , conforme refere a mesma fonte acrescentando que a Segurança Social lhe atribuiu uma pensão de 173 euros enquanto as filhas recebem 43 euros, cada uma.

Ainda assim, Marta Azinhaga, a viúva, não tem dúvidas: "O ministro teve responsabilidade." Em entrevista à SIC diz que acredita que o carro ia em excesso de velocidade e que é o ministro que "dá as ordens".

Fonte: Correio da Manhã

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Novembro 2021 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30