COVID19

Foram identificados 13 casos da variante Omicron em Portugal

Regional 29 Nov. 2021

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) anunciou esta segunda-feira, 29 de novembro, em comunicado, que através do seu Departamento de Doenças Infeciosas, analisou, no domingo, 28, um lote de 13 amostras positivas associadas a casos de infeção de jogadores do Belenense SAD, dado que um dos casos positivos terá feito uma viagem recente à África do Sul.

“Os ensaios preliminares efetuados no INSA sugerem, fortemente, que todos os 13 casos associados aos jogadores da Belenenses SAD estejam relacionados com a variante de preocupação Omicron”, faz saber o instituto, sublinhando que já deu início à sequenciação do genoma para confirmação final destes casos, mas que “o valor preditivo dos ensaios já realizados é muito elevado”.

Foram ainda submetidas a análise amostras provenientes de 218 passageiros de um voo com origem em Maputo que aterrou, dia 27 de novembro, no aeroporto de Lisboa. Neste caso, foram detetados dois positivos, um associado à Delta e outro inclusivo.

No comunicado pode ler-se ainda que “por forma a garantir a quebra de cadeias de transmissão”, as Autoridades de Saúde determinaram o isolamento profilático dos contactos dos casos de infeção associados a este surto, independentemente do estado vacinal e do nível de exposição. Estes contactos permanecem isolados e serão submetidos a testagem regular, o mais precocemente possível, ao 5.º e ao 10.º dia.

A Omicron, inicialmente identificada na África do Sul e em alguns países da África Austral, foi já identificada também nos últimos dias em alguns países europeus. Não há até agora, refere também o INSA, dados científicos que suportem a sua maior transmissibilidade ou a sua capacidade para diminuir a eficácia das atuais vacinas.

 c/Visão

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Janeiro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31