Incendios

Incêndios consumiram quase 1000 ha no Alentejo, no espaço de um mês (c/dados)

Regional 11 Set. 2018

Entre os dias 1 de janeiro e 15 de agosto, arderam na região Alentejo mais de 1300 hectares, segundo relatório do INCF (Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas).

Évora surge como o distrito com menos incêndios registados (129) e menor área ardida total, com 189 hectares, maioritariamente área agrícola (182 ha).

Segue-se Beja com um total de 368 hectares de área ardida no período referido, 228 hectares dos quais, de área agrícola.

O distrito de Portalegre registou 3 dos 20 maiores incêndios registados em Portugal em 2018 até ao dia 15 de agosto, com 270 ha ardidos em dois incêndios no concelho de Crato, 140 ha no concelho de Marvão, 79 ha no concelho de Avis, 45 ha no concelho de Campo Maior.

O distrito apresenta o maior número de incêndios da região (150) e a maior área com 759 hectares ardidos no período suprarreferido.

A 15 de julho de 2018, o total de área ardida nos 3 distritos, desde o início do ano, era de 324 hectares.

A nível nacional, segundo a publicação, foram registados 7670 incêndios rurais, que resultaram em 34791 hectares de área ardida, sendo que as causas mais frequentes dos incêndios foram o Uso do fogo - Queimadas (66%) e Incendiarismo - Imputáveis (14%).

 

Número de incêndios rurais e extensão de área ardida, nos distritos da região Alentejo, entre 1 de janeiro e 15 de agosto de 2018:

Distrito

Incêndios Rurais (n.º)

Área ardida Povoamentos (ha)

Área ardida Matos (ha)

Área ardida Agricultura (ha)

Área ardida Total (ha)

Portalegre

150

533

13

213

759

Évora

129

3

4

182

189

Beja

137

122

18

228

368

Total

416

658

35

623

1316

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Dezembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31