Judiciária detém em Elvas falso advogado que burlava estrangeiros

Regional 20 Jul. 2016

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Sul, em inquérito dirigido pela secção de Portimão do DIAP de Faro, deteve em Elvas um homem fortemente indiciado pela prática dos crimes de burla qualificada, falsificação, usurpação de funções e branqueamento de capitais. 

Segundo a informação que conseguimos recolher, “entre 2014 e 2016, o detido intitulando-se advogado e agente imobiliário interessou cidadãos franceses na aquisição de imóveis em Portugal. Durante as negociações para a compra dos imóveis, nas quais o arguido figurava como procurador dos compradores foi embolsando as quantias monetárias que lhe eram entregues por aqueles para pagamento do preço e despesas da aquisição.”

De acordo com a PJ, “o suspeito possuía várias identidades tituladas por documentação francesa e portuguesa, com as quais abriu diversas contas em bancos diferentes de modo a poder escoar o dinheiro que recebia sem ser detetado.”

O prejuízo causado ascende a valor superior a 500.000€. O arguido, de 37 anos de idade vai ser presente às autoridades judiciárias para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas. 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Julho 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31