Macron e Merkel propõem fundo de recuperação de 500 mil milhões de euros para a Europa

Regional 18 maio 2020

A chanceler alemã e do presidente francês, reuniaram esta tarde e anunciaram uma proposta na qual propõem um plano de recuperação económica para a Europa de 500 mil milhões de euros.

Em reação à conferência de imprensa da chanceler alemã e do presidente francês, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, afirmou:

“Congratulo-me com a proposta construtiva apresentada pela França e pela Alemanha. Reconhece o âmbito e a dimensão do desafio económico que a Europa enfrenta e, acertadamente, coloca a tónica na necessidade de trabalhar numa solução centrada no orçamento europeu. Esta proposta vai na direção da proposta em que a Comissão está a trabalhar, que terá igualmente em conta os pontos de vista de todos os Estados-Membros e do Parlamento Europeu”.

A Comissão está convicta de que a estratégia de recuperação económica tem de se basear em três diferentes pilares que funcionem em conjunto:

— as medidas imediatas que foram tomadas para permitir que os Estados-Membros apoiem a economia, essencialmente sob a forma do quadro flexível para os auxílios estatais e do acionamento da cláusula de derrogação de âmbito geral do Pacto de Estabilidade e Crescimento, bem como do apoio prestado pelo BCE e pelo BEI;

— os 540 mil milhões de euros em empréstimos sob várias formas que constituem o cerne da resposta do Eurogrupo, incluindo o programa SURE da Comissão;

— e o Quadro Financeiro Plurianual completado pelo instrumento de recuperação, que a Comissão adotará na próxima semana.

Em conjunto, estes planos devem permitir aos Estados-Membros e às empresas enfrentar a crise e, em seguida, lançar os investimentos em grande escala que são necessários para que a economia europeia regresse ao bom caminho.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Julho 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31