Evora

Menor de idade natural de Évora forçada a prostituir-se depois de ser aliciada numa rede social

Regional 11 Jun. 2018

Cinco pessoas estão a ser julgadas por terem forçado uma menor a prostituir-se na cidade do Porto. A jovem, de 16 anos e natural de Évora, fugiu da instituição onde vivia, em Gondomar, em direção ao Porto, depois de, em 2014, ter sido aliciada por um homem através de uma rede social.

Ao que foi possível apurar, o individuo apresentou-a a um casal e fugiu sem deixar rasto, tendo a jovem eborense recebido alojamento deste casal em troca de se prostituir.

Nas ruas da cidade, a jovem angariava clientes a troco de 25 e 30 euros, dinheiro pelo qual o dono da residencial se apropriava de uma percentagem. Na mesma residencial a jovem conheceu o filho do proprietário, a quem pediu ajuda, este levou-a apara casa da sua mãe mas forçou-a a prostituir-se sob as mesmas condições.

Em Agosto de 2014, a jovem foi resgatada por um funcionário da instituição que a acolhera Coração de Ouro e regressou a Gondomar, mas meses depois, o filho do dono da residencial voltou a contactá-la e, sob ameaças de morte, forçou-a de novo a prostituir-se.

Em Abril de 2015, a rapariga pediu ajuda à instituição e foi resgatada, com a ajuda da PSP.

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Novembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30