Marvao

Município de Marvão interpõe ação à EDP pelo incêndio de agosto

Regional 14 Mar. 2019

A Câmara Municipal de Marvão responsabiliza a EDP Distribuição pelo incêndio que atingiu as encostas da vila, em agosto de 2018, exigindo uma indemnização pelos prejuízos causados, mas a empresa rejeita quaisquer culpas.

O Município interpôs uma ação para levar a EDP a julgamento, após o arquivamento do inquérito do Ministério Público.

A autarquia defende a existência de responsabilidades da empresa, apontando falta de limpeza e manutenção das linhas.

Em comunicado, a EDP distribuição rejeita culpas, afirmando que realizou regularmente limpezas de vegetação e inspeções ao local, e que “dos elementos recolhidos há evidências que o incêndio terá tido origem num local distinto da linha elétrica em causa".

Recorde-se que o incêndio ocorreu a 5 de agosto de 2018 nas encostas da vila medieval de Marvão, no Parque Natural da Serra de São Mamede, tendo ardido mais de 100 hectares.

Para além dos danos ambientais, o incêndio destruiu a iluminação do Castelo de Marvão, num prejuízo de cerca de 300 mil euros, aponta a autarquia.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Fevereiro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29