Nisa

Níveis reduzidos de oxigénio em albufeira de Portalegre põe em risco a fauna piscícola

Publicado em Regional 28 agosto, 2018

A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) aponta para o risco de sobrevivência dos peixes na zona da Albufeira de Fratel (Nisa, Portalegre), decorrente da degradação do estado da água, e pede medidas a Espanha.

A APA alerta para os baixos níveis de oxigénio registados nesta albufeira, que colocam em risco a fauna piscícola.

O Ministério do Ambiente descarta a hipótese de resultar de poluição no rio Tejo, e associa o problema à qualidade da água que é descarregada da Barragem de Cedillo, em Espanha. Esta descarga é feita com um descarregador de fundo, que resulta em água com menos oxigénio para Fratel.

O Governo português já terá solicitado às autoridades espanholas que procedam a descargas de superfície de Cedillo, onde a água tem melhor qualidade, para permitir um arejamento maior desta. Uma vez que os níveis de caudal estão a ser cumpridos, é apontado um problema de qualidade e não de quantidade de água.

Para além das descargas de fundo, também o rápido crescimento de algas, impulsionado pelas altas temperaturas, tem contribuído para a degradação da qualidade da água na albufeira alentejana que liga as duas margens do rio Tejo.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2018 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31