NACIONAL

Número de candidatos ao ensino superior volta a crescer e atinge novo máximo de cerca de 64 mil

Regional 20 Ago. 2021

 

O número crescente de candidaturas ao ensino superior público ganha especial importância no ano em que cresceu, pelo quarto ano consecutivo, o número de diplomados pelo ensino superior, atingindo um novo máximo anual de 86 mil novos diplomas em 2019/2020. Ao mesmo tempo, a taxa de escolaridade do ensino superior da população residente entre os 30 e os 34 anos atingiu os 45,5% no 2o trimestre de 2021, reforçando a tendência crescente dos últimos anos.
A relevância da qualificação superior deve ainda ser analisada face à diminuição na taxa de desemprego dos recém-diplomados, tendo decrescido de valores médios acima de 8% no segundo semestre de 2015 para 4.6% em 2020 (diplomados de ensino público), de acordo com dados do Portal Infocursos.
Esta evolução está ainda associada ao crescimento no número total de estudantes no ensino superior nos últimos cinco anos, com mais de 400 mil estudantes nos setores público e privado em 2020/21, quando eram 358 mil estudantes em 2015. Este aumento do número total de estudantes do ensino superior inclui mais de 12 mil estudantes em formações curtas de âmbito superior (i.e., cursos tecnológicos profissionais-CTeSP), em resultado do alargamento da oferta de ensino superior de proximidade.
Estima-se que no próximo ano letivo o número total de novos ingressos no ensino superior em todos os ciclos de estudos, públicos e privados, atinja cerca de 90 mil novos estudantes matriculados no próximo ano letivo de 2021/2022 (enquanto foram cerca de 87 mil pessoas em 2020), incluindo: i) o Concurso Nacional de Acesso, que representa cerca 2/3 dos ingressos; ii) outras formas de ingresso no sistema público; iii) formações curtas (cursos técnicos superiores profissionais, cTESP); e iv) ingresso no sistema privado (anexo).
O aumento no número de candidatos ao ensino superior público segue, assim, em linha com o objetivo de alargar a base social de apoio ao ensino superior e a meta de atingirmos seis em cada dez jovens de 20 anos no Ensino Superior até 2030, assim como alargar as qualificações de toda a população, garantindo atingir 50% de graduados de educação terciária na faixa etária dos 30-34 anos.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Janeiro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31