Presidente do Borbense reivindica mais um campo de futebol. Presidente da Câmara diz que “para já não, não vamos ter ilusões” (c/som)

Regional 19 Jul. 2016

O presidente da Câmara Municipal de Borba, António Anselmo, declarou à Rádio Campanário, que não está nos planos do município que a cidade venha a ter mais um campo de futebol.

Recorde-se que em declarações a Esta Estação Emissora, o presidente do SC Borbense, Benjamim Espiguinha reivindicou a existência de mais um campo desportivo, devido aos muitos jovens atletas que preenchem as camadas jovens e que “na maior parte das vezes” durante os treinos, o campo “tem que ser repartido entre Futebol 7, Futebol 9, com equipas das camadas jovens de Futebol 11, pelo que fazia uma falta enorme outro campo”.

Depois de questionado pela Rádio Campanário, António Anselmo expressou que está a ser desenvolvida uma candidatura ao abrigo do “Portugal 2020, com a Federação Portuguesa de Futebol e a Associação de Futebol de Évora” com o objetivo de Rio de Moinhos ter um campo de relva sintética, que no seu entender “é bem feito, e será em parceria com o Borbense, o GD Rio de Moinhos e naturalmente a câmara (…) o Borbense é uma associação, como o Rugby, o Barbus, o GD Rio de Moinhos, que têm feito um trabalho muito bom a nível desportivo e essas coisas do espaço é como tudo, se a manta é curta, e tapo a cabeça, destapo os pés (…) há só um campo, então vamos tentar organizar as coisas em termos de horários, sabemos que é aquilo que existe”, assinalando que “antigamente (…) qualquer pessoas jogava no pelado e ficava todo contente, neste momento, felizmente há condições (…) mas isso é um projeto que está lançado, vamos ver até que ponto é que conseguimos resolvê-lo, não depende de nós, concorremos e agora vamos ver”.

Instado, António Anselmo refere que “em Borba, neste momento, o básico está quase tudo resolvido e a seguir pensamos o que vale mais fazer. Iremos pensar numa coisa dessas de outra maneira (…) mas não é por o espaço ser pouco que deixa de haver muitas camadas jovens em Borba, a opção dos séniores é correta nesta altura, por muito que doa (…) mas vamos tentar compensar uma coisa com a outra”, defendendo que “mecenas como houve em Elvas e Campo Maior é difícil existirem e os clubes sabem que, se não forem as câmaras a apoiar, os clubes não existem, o que é lamentável (…)”.

O autarca depois de indagado para que se expresse de forma clara sobre se está pensada a instalação de mais um campo de futebol na sede de concelho, admite que “para já não, não vamos ter ilusões, há projetos muito antigos, mas vamos com calma, neste momento há uma hipótese através do SC Borbense, câmara municipal e CD Rio de Moinhos (…) se calhar para o ano de 2017, e porque o básico está a ser resolvido, a seguir pensamos que este campo de futebol até é pequeno e até podemos pensar em dois ou três, mas temos que ser coerentes (…) ir com calma e ver se é necessário fazer o campo de futebol”.

António Anselmo sugere que, em consonância com os pais das crianças e os clubes, poder haver uma melhor gestão do campo, “temos é que gerir aquilo que ali está”.

      

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Julho 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31