Alentejo

Projeto “Apoio Maior” do IPDJ do Alentejo foi um sucesso “e houve outras regiões a replicar a iniciativa”, enaltece Miguel Rasquinho (C/SOM)

Regional 27 maio 2020

Em entrevista à Rádio Campanário, o Diretor Regional do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) no Alentejo, Miguel Rasquinho, afirmou que o projeto de voluntariado jovem para apoiar as comunidades desfavorecidas e vulneráveis no período de isolamento “Apoio Maior”, criado pelo IPDJ do Alentejo, ultrapassou todas as expetativas e foi replicada por outras direções regionais do IPDJ.

“Este projeto correu tão bem na região que ultrapassou todas as nossas expetativas: tínhamos uma perspetiva de inscrição de 50 a 60 jovens, tivemos uma centena de inscrições; e uma perspetiva de 50 juntas de freguesia, ultrapassámos as 60 freguesias que acolheram este projeto. E dado estes resultados positivos, as direções regionais do IPDJ de Algarve, Lisboa e Vale do Tejo, e do Norte replicaram este projeto, e têm tido também resultados muito positivos”, enalteceu o dirigente.

Miguel Rasquinho referiu ainda que este projeto teve todo o apoio do Conselho Diretivo do IPDJ e da Secretaria de Estado do Desporto e Juventude, “e passou a ser uma das bandeiras do IPDJ: termos jovens voluntários a colaborar connosco e a apoiar as juntas de freguesia, que são os órgãos mais próximos da população, e a minimizarem o impacto da COVID-19 no Alentejo e em todo o país”.

O Diretor Regional do IPDJ no Alentejo falou ainda de duas campanhas online lançadas em abril pelo IPDJ, o #serjovememcasa, com iniciativas e atividades online destinadas à população jovem, neste período de pandemia, e o #serativoemcasa, ligado à atividade física.

Sobre o #serjovememcasa, Miguel Rasquinho disse que “o Alentejo respondeu de forma muito positiva, não só através de associações juvenis, mas também através de outras coletividades” e deu o exemplo de algumas atividades feitas por grupos alentejanos.

“Tivemos uma oficina de Cante Alentejano, feito por um grupo de jovens de Beja, e uma oficina de flores de papel de Campo Maior, feita pela Associação das Festas do Povo de Campo Maior, e foram um grande sucesso, assim como outras oficinas e atividades realizadas por associações e grupos de todo o Alentejo”.

Miguel Rasquinho revelou ainda que “vamos ter algumas novidades e algumas surpresas de grupos do Alentejo, por isso peço que estejam atentos a este projeto #serativoemcasa”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Julho 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31