Reguengos de Monsaraz

Reguengos de Monsaraz pretende aderir à Rede Europeia de Cidades com Lago para “defender a região” (c/som e imagens)

Publicado em Regional 16 maio, 2018

À margem do evento da passada terça-feira, dia 15 maio, onde o Município de Reguengos de Monsaraz recebeu, a delegação italiana do Lago d’Iseo, chefiada por Riccardo Venchiarutti, Presidente da Câmara Municipal de Iseo, no norte de Itália, e da Rede Europeia de Cidades com Lago, a Network EuLakes, o Presidente do município, José Calixto, explicou à Rádio Campanário que esta iniciativa teve como principal objetivo a aproximação e possível adesão a esta rede.

O evento contou com a presença de vários municípios portugueses e espanhóis, pertencentes à Associação Transfronteiriça dos Municípios Lago Alqueva (ATLA), que foram brincados com as atuações de Henrico Intra, pianista italiano convidado, do Grupo Coral da Casa do Povo de Reguengos de Monsaraz com Pedro Mestre e ainda os Monda.

O autarca de Reguengos de Monsaraz realça que “foi um momento que juntou recursos culturais da nossa terra, da nossa região”. Esta noite de festa, no Parque da Cidade de Reguengos, teve como objetivo “a aproximação da ATLA, dos 13 municípios que constituem a Associação Transfronteiriça dos Municípios Lago Alqueva, a esta rede europeia e a tudo o que ela pode significar em termos de projetos candidatados diretamente a Bruxelas”, diz o autarca de Reguengos de Monsaraz. Sublinhando assim “que temos o maior lago artificial da europa, que estamos unidos entre dois países”, com a presença de vários municípios espanhóis, e ainda “mostrar ao nosso colega sindaco de Iseo, que assume a presidência da rede europeia, com todo o gosto, que estaremos num projeto europeu que defende territórios que têm lagos naturais ou artificiais no velho continente”.

Uma política que se enquadra com aquilo que tem sido apolítica do município, explica José Calixto, que tem procurado aproveitar “as redes europeias para fazer parcerias estruturadas e que sejam bem avaliadas em Bruxelas”, algo que já “acontece com a Rede Europeia do Vinho”, assim como com “a Rede Europeia de Cidades Cerâmicas” ou com “a Rede Europeia de Territórios Corticeiros”. Explicando que a adesão a estas redes se deve sobretudo ao facto de “termos a perceção que ao unirmo-nos a outros países, a outras regiões, somos mais fortes”, pois “quando se faz um projeto ele vai ser avaliado” por ser “promovido por uma rede europeia”.

O Presidente de Reguengos de Monsaraz destacou ainda a presença de todos os autarcas da ATLA nesta receção, reforçando que “ao estar aqui estamos a fortalecer, não o concelho deles ou o meu, mas a fortalecer uma região”.

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Agosto 2018 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31