24 Jan. 2022
Augusta Serrano;
Fadistices
20:00-21:00

Sindicato de Médicos alerta para falta de profissionais de saúde nos hospitais! Alentejo entre os casos mais graves!

Regional 07 Out. 2021

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) alertou hoje para "dezenas de situações" de hospitais com falta de profissionais de saúde, apontando, além de Setúbal, os casos de Beja, Algarve, Alentejo e Vila Franca de Xira como os mais graves

O Sindicato, através do secretário-geral  Jorge Paulo Roque da Cunha, conforme notícia avançada pela Visão,a própósito da situação vivida no Hospital de Setúbal, lembrou o caso da urgência de obstetrícia do Hospital de Beja, que esteve fechada no fim de semana, tal como a Rádio campanário noticiou.

“O difícil é encontrar um hospital sem problemas destes”, afirmou o dirigente sindical, sublinhando ainda os casos das equipas de urgência dos hospitais do Algarve, Alentejo, de Leiria e de Vila Franca de Xira.

“Há um conjunto de imenso de situações que não podem ser escamoteadas. Ainda por cima porque sabemos que estas situações são mitigadas com 150 milhões de euros de recurso a empresas de prestação de serviços e com o esforço dos médicos do Serviço Nacional de Saúde (SNS), com oito milhões de horas extraordinárias de trabalho médico, o que é uma enormidade”, referiu.

O Sindicato apontou ainda o esforço de muitos médicos com mais de 55 anos que, apesar de poderem não o fazer, continuam a assegurar urgências, lembrando  ainda que este ano deverão reformar-se 1.500 profissionais dos hospitais e 1.300 médicos de família, considerando que “é outra circunstância que é preciso encarar”.

“Dizem que contrataram 2.000 médicos. O importante é saber quantos é que nos últimos quatro anos saíram. Foi muito mais do que isso”, concluiu.

Fonte: Revista Visão 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Janeiro 2022 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31