Viana do Alentejo

Viana do Alentejo recebe Festival Terras Sem Sombra

Regional 14 Jan. 2020

O Município de Viana do Alentejo vai acolher, pela primeira vez, um concerto do Festival Terras Sem Sombra, que vai decorrer até julho, no Alentejo.

A iniciativa resulta da assinatura de um protocolo de colaboração entre o Município e a Pedra Angular – Associação de Amigos do Património da Diocese de Beja, promotora do festival.

De salientar que a 16ª edição do Festival tem como finalidade “a firme vontade de partilhar e projetar o legado cultural e natural do Alentejo”, contribuindo para a formação de novos públicos.

A apresentação da programação para 2020 que tem como país convidado a República Checa, teve lugar no passado dia 7 de janeiro, na Academia das Ciências de Lisboa. A programação que tem entrada livre, inclui para além de concertos, conferências temáticas, espaços de pedagogia artística, master classes, visitas guiadas e iniciativas de salvaguarda dos recursos biodiversos. Terras Sem Sombra Kids é outra das vertentes do festival com a finalidade de despertar os jovens para a cultura e para o património. A 16ª edição do Festival Terras Sem Sombra decorre até julho, aos fins-de-semana, em 13 concelhos do Alentejo.

O primeiro concerto está agendado para dia 18 de janeiro, na Igreja Matriz de São Cucufate, em Vila de Frades, na Vidigueira. Em Viana do Alentejo, o concerto está marcado para dia 21 de março, na Igreja Matriz, a partir das 21h30, com o grupo La Ritirata, uma formação dedicada à interpretação histórica dos repertórios do Barroco, do Classicismo e do primeiro Romantismo. Entre outras distinções, o grupo recebeu o Premio de Cultura de la Comunidad de Madrid 2017.

Ainda no dia 21 de março, o programa propõe um encontro com bens culturais/património, neste caso, o chocalho e a arte chocalheira, em Alcáçovas, a partir das 15h00. Na manhã do dia 22, domingo, no âmbito das ações de salvaguarda da biodiversidade é dada a conhecer, na Herdade da Mata, em Alcáçovas, a raça garvonesa ou chamusca, a menos conhecida das raças bovinas portuguesas, uma forma de transição entre os animais de montanha e os de planície. Desde 1994 que a Herdade da Mata tem vindo a efetuar um esforço para a preservação da raça, reunindo o maior efetivo de bovinos garvoneses.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Janeiro 2020 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31