Imprimir esta página

Vila Vicosa

“Vila Viçosa tem boas hipóteses e merece nitidamente” ser Património da Mundial, afirma Ana Costa Freitas (c/som)

Regional 07 Jan. 2019

Presente na reunião de trabalho que juntou os membros que compõem as Comissões Científica, Executiva e Parceiros Institucionais do Processo de Candidatura de Vila Viçosa a Património Mundial, que decorreu no passado sábado, dia 5 de janeiro na Pousada D. João IV, a Reitora da Universidade de Évora, Ana Costa Freitas, disse à Campanário que considera “o documento muito bem feito”, mas, “claro que precisará de limar algumas arestas”. Porém, “acho que tem muito boas hipóteses e Vila Viçosa merece nitidamente” ser classificada como Património da UNESCO, afirma.

Para se chegar até esta fase, de finalização do dossier da Candidatura, “foi um percurso longo, mas estes percursos também não são para fazer demasiadamente rápido”, porque “tudo tem o seu tempo e as vontades das pessoas têm que se ir unindo para conseguir qualquer coisa”, diz Ana Costa Freitas.

Por isso mesmo, a Reitora fez questão de demonstrar a sua “disponibilidade e dar continuidade no apoio [da Universidade de Évora] naquilo que seja necessário para completar a candidatura”.

No que diz respeito à ausência ou inclusão de mais nomes históricos, associados ao concelho, no reportório desta candidatura, Ana Costa Freitas diz que “é importante falar das pessoas, mas tem a ver com a maneira como a candidatura foi organizada e acho que pode ser sempre melhorada”, contudo “nós não podemos estar num documento sempre a acrescentar coisas”, por isso “é preciso ver o conjunto do documento, o que é que faz mais sentido e o que é que fortalece mais”.