Imprimir esta página

Estremoz

A celebrar 90 anos, histórico Quiosque estremocense vai sofrer renovação (c/som e fotos)

Reportagens 24 Nov. 2017

A comemorar 90 anos de existência, o “Quiosque Maniés”, propriedade da empresa SELRest, é um dos estabelecimentos neste setor com mais longevidade, quer em Estremoz, quer no país.

Instalou-se junto ao Lago do Gadanha em Novembro de 1927, o nome parte do seu proprietário, Francisco Maniés, carpinteiro de profissão que no dia 27 de Novembro desse ano abriu o Quiosque pela primeira vez.

Francisco Arvana, proprietário da SELRest, empresa detentora do Quiosque Maniés há cerca de 5 anos, disse à RC que a aquisição do negócio surge de “um pedido de ajuda para enfrentar a crise”, feito pela anterior proprietária à empresa.

“Por um descontrolo, a proprietária teve que nos entregar a casa”, referiu o empresário, que sustenta ter feito do quiosque, “um símbolo para a empresa e para a cidade”, em que, após “um projeto para evolução” o Quiosque foi dado como “Património Municipal”.

Projeto esse, que estará concluído entre quatro a cinco meses, “vai trazer um espaço para que as pessoas possam estar no seu interior”, segundo Francisco Arvana, uma casa de banho e vai alargar os seus serviços, oferecendo restauração e bar.

O empresário garante que a arquitetura construída há 90 anos “vai manter-se sempre”, enquanto que o novo projeto “vai ser em vidro, ferro e madeira”, construído de forma a que a pessoa “consiga ver tudo em sua volta”.

O Quiosque Maniés “esteve em risco de fechar”, indicando que o espaço “teve mais utilidade quando o Regimento de Cavalaria 3 estava em pleno”, embora, hoje em dia, “tenha muita atividade”, disse o empresário.