Alandroal

Maioria relativa socialista toma posse da Câmara de Alandroal e CDU assume mesa da Assembleia (c/som e fotos)

Publicado em Reportagens 24 outubro, 2017

Na passada segunda-feira, 23 de Outubro, o Partido Socialista tomou posse da Câmara Municipal de Alandroal e a lista apresentada pela Coligação Democrática Unitária (CDU), após votação, ficou na mesa de Assembleia, de acordo com os resultados eleitorais de 1 de Outubro.

A cerimónia solene assinalou a única troca partidária no poder local do distrito de Évora, em que os socialistas passaram a constituir o Executivo que anteriormente estava sob a tutela da CDU.

Os socialistas, com a candidatura encabeçada por João Grilo, recolheram 1.237 votos entre os 3.549 votantes, correspondendo a uma percentagem de 34,85%, resultado que permitiu colocar 2 eleitos na Câmara Municipal, não possibilitando uma maioria.

Através de votação, a candidatura CDU apresentou uma lista para concorrer juntamente com a lista socialista para a mesa da Assembleia, em que, após o escrutínio dos votos dos eleitos para este órgão, saiu vencedora a lista comunista, encabeçada por Daniel Padilha.

Assim, compõe o Executivo Municipal:

Presidente – João Grilo (PS)

Vereadora – Mariana Chilra (CDU)

Vereador – João Nabais (DITA)

Vereador – João Balsante (PS)

Vereador - Paulo Jorge Gonçalves (CDU)

Compõe a mesa de Assembleia Municipal:

Presidente – Daniel Padilha (CDU)

1º Secretário – Susete Basílio (CDU)

2º Secretário – Inácio Tique (CDU)

 

Em declarações a esta estação emissora, João Grilo, eleito presidente da Câmara Municipal de Alandroal, está ciente de que “os desafios são enormes” e exige um “trabalho muito sério do Executivo mas também da oposição”.

“Ninguém pode ficar de fora ou ninguém se pode escorar no facto de não ter sido escolhido para não fazer um trabalho construtivo pelo conselho”, garantiu o eleito.

No que concerne à atribuição de pelouros, o presidente empossado manifesta “disponibilidade para a colaboração, acordos e envolvimento”, sublinhando que, para que tal venha a acontecer, “é preciso que haja uma real vontade de fazer isso”.

De acordo com João Grilo, os socialistas manifestaram “vontade de que a mesa da Assembleia fosse mais representativa daquilo que foram as escolhas dos eleitores”, algo que não se veio a verificar, sobre o qual, afirma que houve “abertura para envolver outros, era bom que os outros também demonstrassem isso”.

Sem constituir uma maioria na Assembleia, o eleito não considera difícil, sustentando que os “desafios” que o Alandroal atravessará no próximo quadriénio são “tão óbvios que as outras forças não podem demitir-se de participar na solução dos problemas”, garantido que tudo o que for de importância “vai haver consensos no concelho de Alandroal”.

Na mesa da Assembleia de Alandroal tomou posse Daniel Padilha, da lista apresentada pela CDU que saiu vencedora em votação, que confirmou à RC “conversações que não chegaram a acordo” com outras candidaturas.

De acordo com o presidente de mesa eleito a “orientação” vem do Partido, e indica que estão preparados para “fazer uma oposição responsável e construtiva”.

No que concerne à relação com o Executivo, o agora presidente de mesa “terá que ser uma relação política cordial” onde “serão debatidos temas de acordo com a espectativa dos munícipes e o desenvolvimento ou não do concelho”.

Quanto ao regimento, Daniel Padilha indica que se vai “manter”, acrescentando que futuramente, “poderemos propor alterações”.

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Outubro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31