Vila Vicosa

Santuário de N. Sra. da Conceição recebe Ordens Dinásticas. Arcebispo de Évora diz que "a igreja católica não pode ser nostálgica de um tempo que já passou" (c/som e fotos)

Reportagens 30 Set. 2019

Decorreu este sábado, 28 de setembro, a Peregrinação Internacional das Ordens Dinásticas, no Santuário de Nossa Senhora da Conceição em Vila Viçosa.

A Rádio Campanário marcou presença e falou com D. Francisco Senra Coelho, Arcebispo de Évora que refere aos nossos microfones que “a igreja católica nem pode ser nostálgica de um tempo que já pertence ao passado, nem pode ser contra compreensões diferentes da organização social e política”.

Para o Sr. Arcebispo “a igreja católica não é republicana nem filo monárquica, a igreja quer a sua liberdade, para exercer a sua posição e o seu lugar é junto do povo”.

“A igreja pede a liberdade para o povo”
D. Francisco Senra Coelho

D. Francisco destaca a importância “destas casas reias da europa”, pois “guardam uma história que faz parte do húmus onde cresceu a sociedade”.

Para Francisco Couto, reitor do Santuário de Nossa Senhora da Conceição, que começa por explicar aos nossos microfones que “esta peregrinação está dividida entre Vila Viçosa e Alcobaça”.

Francisco Couto destaca a presença do “Sr. Bispo de São Tomé e Príncipe”, bem como do “Sr. Arcebispo de Évora D. Francisco Senra Coelho”.

A Peregrinação Internacional das Ordens Dinásticas “insere-se nesta comemoração pela Real Ordem de Nossa Senhora da Conceição a quem o Papa atribuí a indulgência plenária”, explica o reitor.

Do programa consta “a celebração eucarística” no Santuário, Francisco Couto acrescenta ainda que “estarão presentes cerca de 80 pessoas”. Durante a tarde “visitarão um pouco de Vila Viçosa e dos seus espaços, como é o caso do Paço Ducal”.

Questionado pela RC sobre as nacionalidades presentes na Peregrinação, o reitor refere que “são várias, temos pessoas do Haiti, de Leste, representantes da Rainha Isabel II de Inglaterra, dos EUA, de Espanha e de França”.

Francisco Couto destaca ainda a presença “não só de ordens dinásticas, mas também de alguns políticos”.

D. Duarte Pio, duque de Bragança, presente na cerimónia destacou aos microfones da RC que “todos os membros da casa real estão conscientes da sua responsabilidade espiritual e colaboram com as obras existenciais”.

O duque explica que a Real Ordem “colabora em São Tomé e Príncipe, onde já tem um orfanato e um lar de estudantes”, acrescentando ainda os apoios “para o telhado do Santuário de Nossa Senhora da Conceição em Vila Viçosa”.

Para Fernando Pinto, Juiz da Régia Confraria de Nossa Senhora da Conceição “é uma enorme satisfação que nesta celebração do centenário da Real Confraria se tenha realizado esta peregrinação”.

“É um dia de peregrinação, de festa de acolhimento”
Fernando Pinto 

O Juiz destaca a presença de “representantes um pouco de todo o mundo”, acrescentando que “para este Santuário é uma honra e um prazer poder acolher estas pessoas”.

 

 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Novembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30