Evora

A modernização da UCI do Hospital de Évora "fixa os médicos e melhora a resposta aos utentes", diz Sec. Est. Adj. e da Saúde (c/som e fotos)

Reportagens 11 Out. 2019

Decorreu esta sexta feira, 11 de outubro, na sala de formação 1 do HESE EPE, a cerimónia de inauguração da requalificação e modernização da Unidade de Cuidados Intensivos do HESE EPE, que contou com a presença do Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Francisco Ramos.

A Rádio Campanário marcou presença na cerimónia e recolheu as declarações de Francisco Ramos. Para o Secretário de Estado Adjunto e da Saúde “é importante darmos conhecimento das coisas boas que vão acontecendo no setor da saúde”.

O Secretário de Estado refere aos nossos microfones que “apesar das dificuldades e das insuficiências que tantas vezes se falam, vamos conseguindo equipar os nossos hospitais”, dando conta da sua “surpresa” ao constatar “que apesar da falta de alguns equipamentos, no caso da Unidade de Cuidados Intensivos do HESE EPE “já existem todas as pessoas necessárias para que o serviço funcione”.

Francisco Ramos considera que esta Unidade “é um passo importante”, acrescentando que, “no entanto, faltará sempre alguma coisa, as necessidades são constantes”, e que para isso “a capacidade de resposta do SNS tem de continuar a crescer junto com as necessidades”.

A requalificada e modernizada Unidade de Cuidados Intensivos do HESE EPE “assume elevada importância pois permite-nos responder a situações críticas, ao mesmo tempo que melhora a resposta do Hospital de Évora”, considera.

Para Francisco Ramos “a unidade permite trabalhar em conjunto com uma variedade de especialidades, o que ajuda no trabalho coletivo da unidade hospitalar”.

“Esta requalificação irá permitir fixar e atrair profissionais de saúde para Évora, ao mesmo tempo que presta os melhores serviços aos utentes”
Francisco Ramos
 

O Secretário de Estado Adjunto e da Saúde afirma que  “não é apenas uma parte do Hospital que vai melhorar, é todo o funcionamento que vai melhorar”, acrescentando que “nos dias que correm as funções de um hospital não se podem limitar a tratar dos doentes, têm de ter capacidade formadora de profissionais e de fixação desses mesmos profissionais”

Para Maria Filomena Mendes, Presidente do Conselho de Administração do HESE EPE, “a requalificação realizada é o alcançar de um objetivo fundamental para a melhoria da resposta a todos os utentes e ao próprio Hospital”.

“Esta requalificação é o alcançar de um objetivo fundamental para o HESE”
Filomena Mendes

A recuperação da idoneidade formativa na área da medicina intensiva “fixando e atraindo os profissionais de saúde”, também não são esquecidos pela Presidente do Conselho de Administração.

Maria Filomena Mendes refere ainda que “estas novas condições irão permitir igualmente captar novos valores humanos, capazes de revitalizar e rejuvenescer o quadro médico existente, o que constitui também uma prioridade para este Conselho de Administração.”

A requalificação da UCIP constituía um dos objetivos deste Conselho de Administração que, assim, foi alcançado. O valor total da obra foi de 282 679, 58 euros, co-financiada em 85%, no valor de 240 277,64 euros, pelo Programa ALENTEJO 2020 e União Europeia, através do FEDER, no âmbito do projeto ReMoTe - Requalificação e Modernização Tecnológica do HESE. 

A renovada Unidade de Cuidados Intensivos Polivalente do HESE EPE possui agora 8 camas e uma capacidade instalada física e humana que permitirá melhorar a segurança e a qualidade dos serviços prestados à população e garantir em tempo útil e adequado o acesso a cuidados de saúde diferenciados nesta parte do território. Em simultâneo, perspetiva-se uma Unidade fortemente atrativa para todos os profissionais que pretendam desenvolver as suas competências no HESE, assim como para todos os Médicos do Alentejo Central que aqui queiram aprofundar conhecimento e boas práticas. 

Últimas notícias

Histórico de Notícias

« Novembro 2019 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30