13.7 C
Vila Viçosa
Quinta-feira, Fevereiro 29, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Uma vida dedicada a Redondo e à Olaria, “Xico Tarefa” diz :“nasci no barro e vou morrer com ele”

Francisco Rosado, mais conhecido por Xico Tarefa, vive “no meio” do barro e da olaria desde sempre.

Mestre Oleiro de Redondo, reconhecido em todo o país pelo seu amor a esta arte, uma das mais identitárias do concelho de Redondo, transmite pelas mãos, pelo olhar e pelas palavras o amor que tem ao barro.

Ao longo do seu percurso conta com milhares de horas de formação , sempre com o objetivo de fazer mais e melhor e agora, passa esses ensinamentos aos mais novos, dando o seu contributo para que esta arte perdure no tempo.

O seu talento valeu-lhe uma nomeação para o Prémio Nacional de Artesanato.

Redondo foi sempre uma vila de Olarias e Francisco rosado vivia numa rua onde existia uma destas Olarias por isso, desde muito novo, começou a contactar com o barro, aprendendo os ensinamentos dos cinco mestres que por ali desenvolviam a sua atividade.

Na área desde os seus 13 anos, diz-nos que “naquela altura esta era a saída possível” trazendo já na bagagem 60 anos de oleiro.

Como em todas as profissões, nem todos os momentos foram bons e muitas vezes “houve dificuldades em não se ganhar o suficiente com a profissão” ainda assim, diz-nos Xico Tarefa “nunca me passou pela cabeça abandonar este ofício porque gosto muito disto”.

Aos 40 anos foi convidado para participar numa formação e Francisco Rosa não hesitou e lá foi. Dessa experiência garante que “aprendeu muito, como acontece sempre que participa em ações de formação.”

Sobre a sua nomeação para o Prémio Nacional de Artesanato, conta-nos que já tinha apresentado uma candidatura anteriormente e na altura considerou “que a escolha feita não foi justa.” Agora, apesar de alguma relutância em candidatar-se novamente, lá avançou para nova candidatura e desta vez é que foi.

Promovido pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional, o Prémio Nacional do Artesanato integra o Programa de Promoção das Artes e Ofícios criado pelo Decreto-Lei n.º 122/2015, de 30 de junho, que define um conjunto diversificado de incentivos às atividades artesanais, abrangendo, nomeadamente, apoios à valorização de produções e de artesãos que se afirmem pela excelência dos resultados alcançados.

Tem como objetivo a valorização de percursos e atuações de excelência no âmbito das artes e ofícios, e aqui Xico Tarefa soma pontos, pela experiência, pelo amor e pela dedicação ao ofício.

Pedimos a Francisco Rosado que nos definisse quem é o Xico tarefa e como é este seu amor pelo barro e o artesão, mestre oleiro, sem margem para hesitações disse “o Xico Tarefa é uma pessoa humilde, nasci no barro e vou morrer com ele”.

Populares