16.5 C
Vila Viçosa
Sábado, Junho 22, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Alcácer do Sal: Encontrados novos vestígios da presença romana na zona do Porto da Lama, em Santa Catarina de Sítimos

CM Alcácer do Sal

Estão neste momento a decorrer trabalhos arqueológicos na zona do Porto da Lama, uma importante estação arqueológica localizada na área da aldeia de Santa Catarina de Sítimos, no concelho de Alcácer do Sal.

A descoberta de um grande painel de mosaicos revela traços da existência de uma possível Domus requintada (residência urbana de famílias abastadas), provavelmente pertencente a um senhor da Villa Romana em questão. Estes mosaicos são os primeiros a ser escavados no concelho de Alcácer do Sal. 

A presença deste painel indica que fariam parte de uma casa senhorial, pertencente a uma grande propriedade agrícola – com lagares, casões ou um centro produtor de cerâmica -, tendo já sido possível perceber a existência de alguns muros, um corredor e uma sala grande. A zona do mosaico pertenceria possivelmente a um átrio, uma zona de lazer, que teria à sua volta uma sala de estar, uma sala de jantar, quartos de dormir e o escritório do dono da casa, sendo essas as divisões mais importantes deste tipo de casas. Adjacente a este espaço, foi também identificada uma zona de pavimento em mármore, que está ainda por escavar. A casa evidencia vários níveis de utilização, com uma visível sobreposição de materiais, que indicia a utilização constante do edifício ao longo de vários séculos, e faria parte de uma villa que contempla uma área senhorial (a ser escavada) e uma área rústica, com armazéns. 

A zona do Porto da Lama era importantíssima naquele tempo, por estar localizada junto a um ribeiro que daria ligação à cidade de Alcácer. A denúncia da localização do mosaico, numa zona identificada há cerca de 30 anos pelo Setor de Arqueologia do Município, foi feita em abril de 2022 por um grupo de arqueólogas da autarquia e da Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), na sequência de uma intervenção da Associação de Regantes no local, no âmbito da obra de construção do novo canal de rega, uma ação que deixou os vestígios arqueológicos a descoberto.

Ao abrigo da lei, a referida associação contratou uma empresa de arqueologia – a Archeo’Estudos, Investigação Arqueológica, Lda. – que, com a direção da arqueóloga Margarida Figueiredo, ali tem desbravado uma valiosa relíquia histórica. Apesar de tudo, parte do espólio arqueológico presente no local terá sido destruído no decorrer da obra do canal. 

O Município de Alcácer do Sal voltará oportunamente ao local quando estiver tudo a descoberto. 

Populares