30.4 C
Vila Viçosa
Sábado, Julho 20, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Alunos do 3º ao 12º ano vão estudar através de manuais digitais

SAPO Tek

Mais de 20 mil alunos do 3.º ao 12.º anos vão estudar este ano com manuais escolares digitais, segundo um projeto piloto lançado pelo Governo que pretende substituir gradualmente os manuais em papel.

Segundo o País ao Minuto, a substituição de manuais em papel por manuais digitais vai chegar este ano létivo a 160 escolas, adiantou o Ministério da Educação à Lusa.

Segundo o Ministérios, os manuais digitais vão chegar às escolas gradualmente e vai variar de escola para escola, cabendo a cada direção das mesmas decidir quando deve ser feita essa substituição.

“No ano letivo de 2023/2024, estarão integrados neste projeto turmas do 3.º ao 12.º anos de escolaridade. Há escolas que optaram por ter todas as turmas de um mesmo ano de escolaridade ou até de mais de um ano de escolaridade envolvidas. Noutras, por questões de opção da própria escola, decidiram envolver apenas algumas turmas de alguns anos de escolaridade”, adiantou o Ministério da Educação à Lusa.

O Projeto-Piloto Manuais Digitais encontra-se na sua 4ª fase e vai chegar a 160 escolas, 1.153 turmas e cerca de 21.260 alunos (número ainda não confrimado), segundo o Ministério.

De acordo com o País ao Minuto, o número de alunos que utiliza manuais digitais quase que duplicou em relação ao ano passado e no ano letivo de 2022/23, este modelo chegou a 11.437 alunos de 575 turmas de 68 agrupamentos de escolas e escolas não agrupadas.

No início do passado ano letivo, João Costa, Ministro da educação, em entrevista à Lusa, revelou que espera que até 2026, todas as escolas tenham manuais digitais. João Costa defendeu, no entanto, a importância de manter o contacto com os livros em formato papel entre os alunos mais novos.

 

Fonte: País ao Minuto

Populares