23.7 C
Vila Viçosa
Quarta-feira, Maio 22, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

“Caso se justificasse, no futuro estaria disposto a aplicar um Contrato Local de Segurança no concelho de Elvas”, diz Presidente Nuno Mocinha(com som)

Foi assinado na passada sexta-feira, dia 30 de outubro, o Contrato Local de Segurança de Monforte, com o objetivo de reforçar a segurança da população daquele concelho. A cerimónia decorreu no Salão Nobre da Câmara Municipal e contou com a presença do Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, para além de alguns autarcas dos concelhos vizinhos, entre os quais Nuno Mocinha, presidente da Câmara de Elvas.

Em declarações à Rádio Campanário, o autarca elvense refere que não tem intenção de no futuro aplicar um acordo semelhante no concelho de Elvas, porque “não se justifica”. Nuno Mocinha exalta que “temos uma articulação entre as forças de segurança, seja GNR, seja PSP para questões muito semelhantes àquelas que estão na base deste acordo, mas que não têm a gravidade que tiveram as circunstâncias que se realizaram aqui”.

“Todos os municípios têm problemas parecidos e vamos dialogando com as Forças de Segurança, com a Segurança Social e com o Instituto de Emprego, que são nossos parceiros, mas também com os empresários [do concelho]. Temos, até ao momento, conseguido controlar as coisas e não tem havido nenhum facto superveniente que justifique uma ação mais musculada”, sublinha o edil.

Para Nuno Mocinha, este “é um modelo que tem resultados práticos já mesuráveis e que têm sido bons” e se caso houver necessidade, no futuro, de aplicar um acordo idêntico e “caso se justificasse, obviamente que sim, estaria disposto a avançar com a medida”.

Populares