22 C
Vila Viçosa
Segunda-feira, Abril 22, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Combustíveis: Preço do gasóleo baixou, mas gasolina volta a subir segunda-feira

Esta semana, quando abastecer o carro, deverá pagar 1,487 euros por litro de gasóleo simples e 1,692 euros por litro de gasolina simples 95.

O preço dos combustíveis vai voltar a sofrer alterações na próxima semana. O litro de gasóleo, o combustível mais usado em Portugal, vai descer dois cêntimos cêntimos e o de gasolina vai subir 2,5 cêntimos, avançou ao ECO fonte do mercado. Por isso, não espere pela próxima semana para atestar o depósito se tem um veículo a gasolina.

A partir de segunda-feira, quando for abastecer, deveria passar a pagar 1,487 euros por litro de gasóleo simples e 1,672 euros por litro de gasolina simples 95, tendo em conta os valores médios praticados nas bombas à segunda-feira, divulgados pela Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG).

No entanto, esta sexta-feira deverá haver uma nova revisão das medidas fiscais temporárias para ajudar a mitigar o aumento do preço dos combustíveis, que são atualizadas no início de cada mês. Em março, o efeito do mecanismo de compensação aplicado ditou um redução do desconto no ISP de 1,9 cêntimos no gasóleo e de 0,9 cêntimos na gasolina, face a fevereiro.

É, no entanto, de recordar que os preços cobrados ao consumidor final podem variar consoante o posto de abastecimento. E ainda podem sofrer ajustamentos para ter em conta o fecho das cotações do petróleo brent esta sexta-feira e o comportamento do mercado cambial. Mas também porque os preços finais resultam da média dos valores praticados por todas as gasolineiras.

Os preços mantêm a tendência, depois de esta semana terem registado variações mínimas. O gasóleo ficou 0,8 cêntimos mais barato esta semana e a gasolina subiu um cêntimo, ou seja, desempenhos inferiores às antecipadas pelo mercado.

Os preços do crude recuam esta sexta-feira – 0,8% para os 78,64 dólares por barril — caminhando para o mês de desempenho mais fraco desde novembro. No entanto, em termos semanais, o brent subiu quase 5% esta semana.

 

 

Fonte: ECO

Populares