12 C
Vila Viçosa
Quinta-feira, Dezembro 7, 2023

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Comentário semanal do Eurodeputado João Pimenta Lopes aos microfones da Rádio Campanário (c/som)

Na revista de imprensa de hoje, 18 de outubro, contámos com o habitual comentário do Eurodeputado do PCP, João Pimenta Lopes.

Os temas abordados foram: O Mundo está em alerta máximo e em Portugal está em avaliação- Ataques do Hammas não dão tréguas, o anúncio do voto contra ao OE 2024 por parte do PSD e a apresentação para a estratégia de combate à pobreza que contempla mais 15 mil fogos , no que diz respeito à área da habitação.

No que diz respeito ao primeiro tema, o Eurodeputado do PCP João Pimenta Lopes começou por nos referir “ Tomando todas as precauções e cautelas que devam ser naturalmente tomadas e que se justifiquem não podemos ficar paralisados perante a sensação de medo” acrescentando “nós estamos de facto perante uma situação, com os desenvolvimentos da situação da Ucrânia e com os mais recentes no Médio oriente, faz elevar os riscos no mundo e ampliar a escalada de confrontação.”

“É necessário fazer o caminho para a Paz em qualquer uma destas situações, o caminho para uma solução política negociada dos conflitos” salientou ainda o nosso comentador que sublinhou ainda “a paz no médio oriente só será alcançada se forem respeitados os direitos nacionais inalienáveis do povo palestiniano.”

No que diz respeito ao segundo tema, o Eurodeputado do PCP começou por adiantar “tirando o teatralismo da forma como tem colocado as questões do OE para 2024, no essencial o PSD acompanha-as e não apresenta propostas alternativas aquilo que é o fundamental.”

No que diz respeito ao terceiro e último tema, o Eurodeputado do PCP referiu “para combater a pobreza há elementos que são fundamentais , nomeadamente aumentar os salários das populações pois não é possível continuar neste ciclo em que as pessoas empobrecem a trabalhar.”

“Não basta o anúncio e a propaganda e nisso são pródigos os elementos do Governo, é necessário efetivar a mobilização de recursos para a construção de serviços públicos que sirvam as necessidades das populações” adiantou ainda.

No que diz respeito à habitação, o Eurodeputado do PCP referiu “é necessário mobilizar os recursos existentes para a construção de habitação pública, replicando exemplo de outros países da União Europeia.”

Populares