13.2 C
Vila Viçosa
Sexta-feira, Junho 21, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Congresso das Migas de Mourão: “Este tipo de iniciativas contribui para o turismo gastronómico da região e trabalhando em conjunto, levamos o Alentejo ainda mais longe”, diz Norberto Patinho (c/som)

Iniciou-se hoje, dia 26 de maio, o II Congresso das Migas que se realiza em Mourão até ao próximo dia 28 de maio.

Organizado pelo Município de Mourão, tem como objetivo promover e valorizar a rica gastronomia alentejana, preservando a tradição e abrindo portas à inovação. Com carne de alguidar ou espargos, esta iguaria regional, ancestralmente associado à gastronomia dos pastores alentejanos, que guardavam o pão endurecido durante a semana e o demolhavam ao fim-de-semana, confecionando um prato economicamente rentável, tem-se afirmado na gastronomia da região ao longo dos anos, e atualmente é um dos pratos regionais mais apreciado e conhecido.

A Rádio Campanário esteve presente e falou com Norberto Patinho, deputado pelo Partido Socialista de Évora, que marcou presença no certame.

Em declarações à Rádio Campanário, Norberto Patinho referiu que “para mim enquanto deputado, é um prazer estar no meu distrito, e sentir que localmente, se usam os nossos argumentos para promover a região e, com estas iniciativas, ir contribuindo para haver mais qualidade de vida e as autarquias poderem contribuir para melhorar também oportunidades de emprego, receitas e rendimentos que são importantíssimos. O recurso da gastronomia é espetacular, felizmente temos aproveitado o que o turismo tem proporcionado, porque é um turismo de qualidade e chama pessoas à gastronomia. Nós temos uma gastronomia excelente, as migas, não sendo um exclusivo aqui de Mourão, todo o nosso Alentejo tem as migas, mas é importante que sejam usadas como uma bandeira gastronómica e para que Mourão consiga atrair mais pessoas aqui para o concelho e dar também a conhecer um prato de referência do Alentejo”.

“Algo de que me apercebi enquanto fui presidente da Câmara de Portel, foi as vantagens e aquilo que a nossa cultura, tradições e património podem fornecer para melhorar as nossas condições de vida, como o Congresso das Açordas, a Feira do Montado, foram iniciativas que contribuíram para dar a conhecer Portel, toda a região e contribuem de uma forma decisiva para a oferta turística ser amplificada”, acrescentou.

No que toca ao contributo destas iniciativas para o turismo no Alentejo, o Deputado socialista referiu que “é importante todas as entidades e autarcas trabalharem em conjunto, porque temos que fazer com que estas iniciativas se somem umas às outras, que não nos dividam, que haja planeamento em relação a datas para não haver concorrência, e que contribuam para que uns eventos, com o somatório de outros, deem uma excelente imagem da nossa região e de tudo aquilo que temos muito rico, em que a gastronomia é fundamental”

Populares