19.3 C
Vila Viçosa
Quarta-feira, Fevereiro 21, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Cota de captação de água em Odemira pode vir a baixar! Medida está a seu ponderada!


Com um ano pouco chuvoso e muito quente, a situação de saca foi alastrando a várias zonas do País trazendo grandes “dores de cabeça” na gestão deste bem essencial que é a água.

Depois ter sido divulgado públicamente a implementação de possíveis cortes na região do Algarve, os Presidentes da Câmara Municipal de Odemira e de Aljezur, Hélder Guerreiro e José Gonçalves, empresários do setor agrícola, associações de produtores, ambiente e turismo. reuniram esta manhã, em Odemira, com o Ministro do Ambiente e Ação Climática, Duarte Cordeiro e com a Ministra da Agricultura e Alimentação, Maria do Céu Antunes, a convite dos Autarcas, no âmbito da parcceia “Pacto da Água 2023.

No final desta reunião, o Ministro do Ambiente explicou, adianta o País ao Minuto e segundo declarações à Agência Lusa, que o Governo está a equacionar  baixar a cota de captação de água da barragem de Santa Clara, no concelho de Odemira (Beja), de 104 para 102 na agricultura e de 102 para 100 no consumo humano.

O Governante explicou ainda assim que o Ministério da Agricultura está a tentar garantir a captação à cota 100, garantia essa através de um investimento que deverá estar finalizado no final do mês.

Se o investimento resultar, explica a mesma fonte, e caso seja possível assegurar a cota 100, será viável rever a cota da agricultura para 102.

O Ministro assegurou que estão a ser feitos investimentos que garantam mais volume de água, nos termos do que está definido no Pacto da água, investuimentos esses que podem passar por uma dessanalizadora, algo que não está colocado pelo setor da agricultura.

Maria do Céu Antunes, Ministra da Agricultura e da Alimentação, realça que o Governo está a pedir “uma responsabilização para que se possa fazer uma melhor gestão da água”, explicando “só poderá ser gasta mais água, desde que exista a garantia de que é possível depois recuperar e isso será possível, como refere através da obra de reparação do canal principal, na Barragem de santa Clara, que se prevê concluída no final de março deste ano e que permitirá reduzir em cerca de 30% as perdas.”

De acordo com os dados conhecidos no início deste mês de janeiro e segundo infpormação do Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos, boletim de novembro de 2023, no final desse mês, a Barragem de santa Clara, situada na Bacia do rio Mira, tinha uma cota de 30,8%.

A Rádio campanário contactou o Município de Odemira para falar com o Presidenete da Câmara Municipal sobre este assunto, mas de acordo com o Gabinete de Comunicação, o Autarca não presta quaisquer esclarecimentos sobre o assunto e sobre a reunião remetendo eventuais esclarecimentos para os Ministros que estiveram presentes na reunião.

Fonte: País ao minuto

Populares