17 C
Vila Viçosa
Domingo, Julho 21, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

COVID-19: Beja prepara mais de 500 camas e 10 espaços para pessoas em quarentena

O Município de Beja já tem preparado mais de 500 camas e 10 espaços para receber pessoas a quem seja determinado um período de quarentena.

Estes espaços são os pavilhões da Escola de Santa Maria com capacidade para 50 pessoas, da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Beja com capacidade para 30 e o Pavilhão Municipal João Serra Magalhães com capacidade para 50 pessoas. Estes três espaços funcionarão, em caso de necessidade, como “espaços de quarentena para migrantes”, explica o Presidente do Município ao Diário do Alentejo.

No entanto, a maior preocupação é para com os idosos pois fazem parte do grupo de risco da pandemia COVID-19 e, inclusive, já há registo de casos positivos em dois lares do Baixo Alentejo. As camas que já estão disponíveis servirão também para alojar este grupo caso os lares venham a encerrar. Os espaços preparados para idosos são no Seminário Diocesano de Beja para 42 pessoas, no Regimento de Infantaria 1 pronto para acolher 200 pessoas, num dos pavilhões do Parque de Feiras e Exposições para 80 e na Pousada da Juventude com capacidade para 32 pessoas, este último em articulação com a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA).

Para além da utilização de todos estes espaços, três unidades hoteleiras, os hotéis Francis, Santa Bárbara e Melius, podem vir a ser requisitados para alojar profissionais de saúde.

De reserva, e para a eventualidade de ser necessário recorrer a “contingentes suplementares de bombeiros”, ficam outras instalações do Regimento de Infantaria 1, com capacidade para receber 50 pessoas. A Base Aérea de Beja é outra das infraestruturas que poderá ser acionada para o combate à COVID-19.

O presidente da Câmara de Beja mostra-se reconhecido a “todas as instituições públicas e privadas que disponibilizaram as suas instalações”, manifestando o desejo de que “não venham a ser necessárias, nem para Beja, nem para nenhum dos municípios” que integram a Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo.

Populares