19.3 C
Vila Viçosa
Quarta-feira, Fevereiro 21, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Decisão sobre futuro dos Lares da Cruz Vermelha em Beja “será tão rápida quanto possível”

Tal como a Rádio Campanário já tinha noticiado, a Cruz Vermelha Portuguesa está a avaliar a manutenção dos dois lares que tem na cidade de Beja.

Em causa está o estado dos edifícios onde estas respostas sociais se encontram. Os lares, José António Marques e Henry Dunant, estão situados no centro histórico da cidade de Beja e são geridas pela CVP, acolhendo 60 utentes e dando emprego a 25 pessoas.

Considerando o estado atual dos edifícios onde os lares se encontram, a Cruz Vermelha Portuguesa não consegue prestar um serviço de qualidade aos utentes. Ainda assim, e tal como a CVP já tinha adiantado à Rádio Campanário, não há para já qualquer confirmação de encerramento.

Todas as situações estão a ser analisadas e hoje, António Saraiva, Presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, está em Beja para uma análise â situação.

Em declarações à Agência Lusa, o Presidente da Cruz Vermelha garante que a decisão será tomada “tão rápido quanto possível”.

António Saraiva explica ainda que esta avaliação é necessária pois, tendo em conta as exigências legais no funcionamento deste tipo de resposta, e não se verificando as mesmas nos edifícios onde atualmente existem os Lares, a Cruz Vermelha Portuguesa quer evitar que um dia mais tarde venha a ser acusada “de ter ali os Utentes em condições pouco dignas” acrescentou ainda o responsável à Lusa.

Populares