17 C
Vila Viçosa
Sábado, Julho 20, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

EB1 São Mamede requalificada na abertura do novo ano letivo!

CM Évora

A cerimónia de inauguração da requalificação do espaço exterior e zona de recreio da Escola Básica do 1º Ciclo de S. Mamede juntou entidades e comunidade escolar na manhã de 15 de setembro para conhecer as melhorias realizadas nesta emblemática escola do Centro Histórico de Évora.

Refira-se que este significativo investimento da Câmara Municipal de Évora permitiu requalificar o referido estabelecimento de en­sino que abre agora as suas portas com melhores condições para alunos, docentes e não docentes. Hoje a comunidade educativa conheceu o resultado das diversas obras de requalificação do recreio exterior: criação de recreio coberto; novas instalações sanitárias; criação de sala para auxiliares com copa e maior acessibilidade.

O evento, inserido na programação do início do Ano Letivo 2022-2023, iniciou-se com um momento musical a cargo de uma antiga aluna da escola, Sara Gomes, que atualmente é aluna do Conservatório Regional de Évora “Eborae Mvsica”. De seguida, a Directora do Agrupamento de Escolas Severim de Faria, Ana Isabel Fernandes, deu as boas-vindas e sublinhou a importância das melhorias realizadas nesta escola.

Na sua intervenção, o Presidente da Câmara Municipal de Évora, Carlos Pinto de Sá, agradeceu o empenho à anterior Vereadora da Educação, Sara Dimas Fernandes, uma vez que foi durante o seu mandato que se iniciou a obra e se realizaram a maioria dos trabalhos. O autarca falou também do significado desta obra para a comunidade educativa e para o Centro Histórico de Évora, considerando que a melhoria das condições da escola terá continuidade e agradeceu à Universidade de Évora a parceria, uma vez que o edifício é partilhado por ambas as entidades.

Realçou o papel fundamental da Escola Pública como garante do acesso de todos à educação e deixou palavras de gratidão para todos os funcionários camarários envolvidos neste trabalho e para a comunidade escolar pela compreensão em relação à duração e transtornos causados ao longo da obra.

O descerramento de uma placa alusiva ao acto, o cortar da fita pelos alunos, bem como a entrega da chave à Directora do Agrupamento e de lembranças aos alunos fizeram ainda parte do evento, após o que se seguiu a visita à escola.

Recorde-se que as obras realizadas neste espaço, que já foi outrora o Mosteiro de Santa Mónica, tiveram o devido acompanhamento arqueológico por técnicos municipais, colocaram a descoberto diversos vestígios patrimoniais, nomeadamente um conjunto arqueológico associado a uma função religiosa, mais concretamente aos chamados “Passos da Via Sacra”, composto por 14 capelas, tendo cada uma um pequeno altar, onde estaria representada cada uma das etapas da Paixão de Cristo.

Informação e foto – CM Évora

Populares