33.2 C
Vila Viçosa
Segunda-feira, Julho 22, 2024

Ouvir Rádio

Data:

Partilhar

Recomendamos

Eduardo Cabrita não vai a julgamento pelo acidente mortal na A6.

O Tribunal da Relação de Évora confirmou hoje a não-pronúncia do ex-ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, em relação ao acidente ocorrido na A6, no verão de 2021, que resultou na morte de um trabalhador. Os três juízes da Relação decidiram manter a decisão do Tribunal de Primeira Instância, concluindo que não há motivos suficientes para levar Eduardo Cabrita a julgamento.

Este desfecho surge após os recursos apresentados pela família do trabalhador falecido e pela Associação de Cidadãos Automobilizados, que contestavam a decisão inicial e exigiam um julgamento. No entanto, os argumentos apresentados não foram considerados suficientes para alterar a decisão do tribunal de primeira instância.

O acidente na A6 envolveu a viatura oficial em que Eduardo Cabrita viajava, tendo o veículo colidido com um trabalhador que realizava trabalhos de manutenção na estrada. Desde então, o caso gerou grande controvérsia e debate público, com críticas dirigidas à atuação do ex-ministro e à forma como o caso foi tratado pelas autoridades.

Com esta confirmação da não-pronúncia, Eduardo Cabrita não enfrentará julgamento pelos eventos trágicos do verão de 2021, mantendo-se a decisão que o isenta de responsabilidade criminal no acidente.

Populares